Conecte-se conosco

notícias

Pesquisa mostra que brasileiros estão mais preocupados em como se manter no futuro

Dados mostram que 8 em cada 10 entrevistados associam esta preocupação à crise, pandemia e falta de emprego para os mais velhos

Publicado

em

São Paulo 12/1/2021 –

Dados mostram que 8 em cada 10 entrevistados associam esta preocupação à crise, pandemia e falta de emprego para os mais velhos

A expectativa de vida no Brasil quase que dobrou em menos de um século, passando de 43 para 76 anos e o público acima de 50 anos já soma hoje 55 milhões de habitantes de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ou seja, um em cada quatro brasileiros já se encontra na jornada da maturidade em um mundo cada vez mais digital, ágil e conectado. Segundo dados obtidos pelo novo estudo Oldiversity®, realizado pelo Grupo Croma, 85% dos entrevistados estão preocupados em como se manter no futuro. Diversos fatores alimentam esta preocupação como crise econômica, pandemia mundial da Covid-19, aposentadorias cada vez mais distantes, entre outros. O público mais velho investe vem investindo mais em qualidade de vida: 77% dos entrevistados afirmam que reservam mais para a melhoria seja na alimentação, na atividade física ou mesmo em viagens e contatos com a natureza.

“Vivemos a maior transição etária dos últimos tempos, em uma era em que o tabu do envelhecimento ainda aflige a nossa sociedade. Envelhecemos como nação, enquanto nossa sociedade ocidental contemporânea tem como um valor a busca da eterna juventude. Pouco se fala sobre o envelhecimento populacional no Brasil, mas até 2030 estaremos entre os 5 países com maior percentual de população acima de 60 anos”, define Candice Pomi (psicóloga, pesquisadora e gerontologista) sobre o cenário da longevidade no Brasil.

Mas a maior preocupação dos mais velhos esta relacionada ao mercado de trabalho e como as empresas os enxergam. Segundo o levantamento 78% dos entrevistados consideram que as empresas têm preconceito em contratar pessoas mais velhas. Segundo José Roberto Cury, 58 anos, diretor geral de uma empresa no Grande ABC, afirma que este preconceito é real. “Quem vai contratar uma pessoa de cinquenta anos para trabalhar em um Call Center? Há preconceito sim, já vivenciei na pele o que é chegar no final de um processo seletivo e disputar o cargo com um candidato mais jovem. A dificuldade de se recolocar no mercado é muito maior. Não estou falando de pessoas com cinquenta, sessenta anos, com quarenta as dificuldades já são muito maiores”, afirma o diretor.

Em relação aos serviços, 63% dos entrevistados com 61 anos ou mais desejam serviços especiais e atendimento preferencial para os mais velhos. Saúde (39%), alimentos (38%) e cosméticos (25%) são os segmentos mais associados à longevidade. “Já sabemos que viveremos mais anos, mas é importante que possamos refletir sobre qual será o papel das marcas nestes anos a mais de vida que ganhamos, assim como quais serão os serviços que impactarão positivamente na qualidade de vida e bem-estar dos longevos. Seguindo a mesma lógica, é provável que indicadores de performance também precisem ser revisitados, já que sucesso de longo prazo possa ser menos medido por participação mensal de mercado e mais por lealdade de marca ao longo de uma vida centenária, por exemplo”, explica Candice. No que se refere a marcas associadas a longevidade, Nestlé (29%), Natura (14%), Itaú (7%), Prevent Senior (6%) e Samsung (6%) foram as marcas mais lembradas pelos mais velhos na pesquisa.

Metodologia Oldiversity®: 2032 entrevistas realizadas entre 23 e 31 de julho de 2020, cotas desproporcionais por idade e cotas específicas, considerando gênero, raça, orientação sexual e PcDs, população Brasil, 16 anos ou mais, classes ABC, com cotas por região geográfica. Margem de erro de 2 pontos percentuais para a amostra total, considerando nível de confiança a 95%. Os resultados foram ponderados para representar a população brasileira das classes ABC.

Website: http://www.cromasolutions.com.br

Continuar Lendo
Anúncio
Clieque para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias

Turismo doméstico garante segurança em família

Publicado

em

Destinos como Olímpia são acessíveis de carro e rede hoteleira assegura protocolos de saúde.

Todo o cuidado é pouco quando o assunto é viajar durante a pandemia, e o turismo doméstico, ou seja, destinos acessíveis após algumas horas de estrada, mostram-se cada vez mais seguros. Além disso, essa é uma oportunidade para conhecer locais próximos: de acordo com levantamento do Booking.com, 55% das pessoas pretendem conhecer um novo destino na região em que moram. Por isso que para moradores do Estado de São Paulo, Olímpia é uma cidade do interior com muita história e uma rede hoteleira capacitada para receber turistas durante o mês de janeiro.

O Enjoy Olímpia Park Resort, por exemplo, é um dos hotéis mais próximos do Thermas dos Laranjais, o parque aquático da cidade, e desenvolveu um protocolo rígido de saúde e segurança para permanecer recebendo os hóspedes. “O ‘Safe and Fun’ é um documento reconhecido pelo Bureau Veritas com uma série de medidas que garantem o funcionamento do resort. Desde a chegada, há higienização de bagagens, aferição de temperatura, distanciamento social e limpeza constante, além de disposição de estações de desinfetantes de mãos”, explica do gerente geral do Enjoy.

Operando com 50% da capacidade dos 912 apartamentos, o Enjoy Olímpia Park Resort dispõe de facilidades indoor para a família toda, como monitoria diária, piscinas, restaurante e muito mais, opções que não demandam aglomeração nem necessidade de deslocamento constante. Para oferecer ainda mais conforto, crianças de até 12 anos não pagam hospedagem e ganham ingressos para o Vale dos Dinossauros, outro parque localizado na cidade.

Sobre o Enjoy Olímpia Park Resort

Localizado em Olímpia, cidade a 430km da capital de São Paulo/SP, o Enjoy Olímpia Park Resort é o hotel mais próximo do Thermas dos Laranjais, principal parque aquático da cidade. São quatro torres com 912 apartamentos de um ou dois quartos completamente mobiliados, com antessala, varanda e cozinha americana equipada com micro-ondas e geladeira.
A capacidade para 5 a 7 pessoas garante viagem para toda a família aproveitar a facilidades do resort. São piscinas adultas e infantis, restaurante, brinquedoteca, piscina coberta, e muito mais!

Mais informações no site oficial da Enjoy Hotéis e Resorts.

 

Por | Victoria Bernardes – Agência em Foco

Continuar Lendo

notícias

A importância da assistência técnica no setor da Engenharia Civil

A assistência técnica tem o objetivo de confeccionar um laudo de uma análise técnica com apresentação de patologias

Publicado

em

por

São Paulo, SP 15/1/2021 – Ter um profissional capacitado que possa estudar esse mercado para apresentar as melhores alternativas, certamente, irá compensar no resultado final

A assistência técnica tem o objetivo de confeccionar um laudo de uma análise técnica com apresentação de patologias

A construção civil é um dos setores mais importantes para a economia brasileira, conforme estimativas da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em 2021 a previsão de crescimento é de 4%. Comparado à queda de 2,8%, por conta da atual pandemia da Covid-19, caso seja confirmado esse avanço será o maior em oito anos. Além de alavancar a economia do país é uma das atividades que mais geram impactos ambientais e sociais em todo o mundo.

Uma das etapas mais importantes da construção civil para amenizar os impactos ambientais e sociais é o acompanhamento de uma Assistência Técnica, segundo o Engenheiro Civil Jan Marcelo Zampier, com larga experiência em patologia de obras e assistência técnica para construtoras. Ele afirma que um projeto nesse setor abrange um processo longo dividido em diversas etapas, e ter um acompanhamento adequado do começo ao fim tem se mostrado cada vez mais fundamental, podendo ser a chave do sucesso para as construtoras. Também alerta que caso não haja o acompanhamento, as chances de surgirem patologias e o não atendimento dos padrões mínimos exigidos por lei são grandes.

De acordo com o engenheiro, ao analisar todos os benefícios da assistência técnica bem como os prejuízos que um mau gerenciamento nesse setor pode trazer, entende-se rapidamente que o procedimento é um caminho muito eficaz para conseguir êxito. “Tendo em vista o amplo e diversificado mercado que temos atualmente à nossa disposição, torna-se fácil e comum agir por impulso, realizar compras e contratações precipitadas, bem como adquirir materiais e mão de obra de má qualidade com custos elevados que podem acarretar diversos problemas ao desenvolvimento do projeto. Ter um profissional capacitado que possa estudar esse mercado para apresentar as melhores alternativas, certamente, irá compensar no resultado final”, menciona Jan Marcelo, que é empreendedor e tem grande experiência em elaboração de laudos de vistoria e avaliação de obras e imóveis.

A Assistência técnica em engenharia civil, conforme Zampier, é um trabalho meticuloso que tem o objetivo de confeccionar um laudo fundamentado em normas técnicas de acordo com as legislações vigentes. E este laudo contém a precisão de uma análise do trabalho técnico com apresentação de patologias, caso encontre problemas. “Ao contratar o serviço de assistência técnica, obtém-se um planejamento de trabalho especifico em que temos uma boa relação entre o prestador de serviço e o cliente, visando garantir a qualidade do projeto, um controle de custos e a durabilidade da obra. Um serviço que funcione com total transparência entre o prestador e o cliente, deixando-o ciente de todos os passos e dos investimentos feitos. Com isso, é possível deixar o cliente totalmente capaz de tomar as decisões corretas para o projeto”, explica o profissional, que possui cursos de Gerenciamento de Projetos e Gestão e Fiscalização de Obras e Projetos.

O atendimento aos clientes na fase pós-obra também reflete muito na percepção de qualidade, atenção e ética da empresa, relata Zampier, que possui credenciamento para prestar serviços de vistoria e avaliação de Obras para a Caixa Econômica Federal no Estado do Paraná. No Brasil, a norma NBR 15575 é responsável por tratar dos requisitos mínimos em relação aos cuidados e ações, garantindo melhor desempenho na realização de uma obra. E o engenheiro alega que o cumprimento da regulamentação atribui à empresa uma redução no índice de refazer a obra danificada e da quantidade de ações ajuizadas por clientes insatisfeitos.

“O departamento de assistência técnica na área de construção civil é ainda praticamente negligenciado, muitas vezes por tentativa de economizar, outras por falta de conhecimento mais profundo e informação. Na maioria dos casos, representa apenas um gerador de gastos que não é previsto nas fases de orçamento e no planejamento. No final acaba acarretando desgastes com a obra e com o cliente, prejuízos tanto financeiros como também à imagem perante o publico”, finaliza o engenheiro civil Jan Marcelo Zampier, com forte experiência em elaboração de projetos arquitetônicos e estruturais; gerenciamento e planejamento de obras; bem como no acompanhamento na execução de obras.

 

Continuar Lendo

notícias

Governo divulga calendário de pagamentos do Bolsa Família em 2021

Publicado

em

Depósitos ocorrem sempre nos dez últimos dias úteis de cada mês.

O Ministério da Cidadania divulgou nesta segunda-feira (11) o calendário anual de pagamentos dos benefícios do Programa Bolsa Família para 2021. As informações foram publicadas no Diário Oficial da União. Em janeiro, o pagamento será feito entre os dias 18 e 29.

Programa com 14 milhões de famílias inscritas, o Bolsa Família paga os beneficiários conforme o dígito final do Número de Identificação Social. Os depósitos ocorrem sempre nos dez últimos dias úteis de cada mês. As datas já haviam sido divulgadas pela Caixa Econômica Federal, responsável por operar o Bolsa Família. Confira o calendário.

Migração

Em dezembro, a Caixa começou a migração dos beneficiários que ainda sacam o Bolsa Família exclusivamente com o Cartão Cidadão para a conta poupança social digital. Usada no pagamento do auxílio emergencial, a conta poupança permite o pagamento de boletos e de contas domésticas (como água, luz e gás).

 

Por | Da Agência Brasil – Brasília

Continuar Lendo

Em Alta