Conecte-se conosco

Regional

Santa Casa é hospital de referência no atendimento a vítimas de violência sexual em Poços

Publicado

em

Na última terça-feira (24), foi realizada mais uma reunião para discutir o fluxo de atendimento às vítimas de violência sexual. O encontro aconteceu no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e reuniu representantes das Polícias Civil e Militar, das secretarias de Promoção Social e de Saúde, Conselhos Tutelares, da Santa Casa e da Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Desde 2018, o hospital referência para o atendimento a mulheres, crianças e adolescentes vítimas de violência sexual em Poços de Caldas é a Santa Casa. “Cabe destacar que, nesses casos, a Santa Casa é a porta de entrada para o atendimento tanto da rede pública como da rede privada. Mesmo que a vítima tenha algum tipo de convênio médico, ela será encaminhada para a Santa Casa, que está preparada para prestar o atendimento técnico adequado”, informa a diretora técnica da Secretaria Municipal de Promoção Social, Valéria Castilho.

“A reunião visa ajustar o fluxo de atendimento nesses casos. A porta de entrada para toda situação de violência sexual é a Santa Casa, onde são tomadas as primeiras providências de profilaxia, com os devidos encaminhamentos. Os encontros servem para afinar todos os detalhes, enquanto rede, para que as vítimas de violência sexual possam ser amparadas e garantidas, com o atendimento correto”, explica a coordenadora de Proteção Social Especial da Secretaria de Promoção Social, Caroline de Souza.

Ela ressalta a participação do delegado regional, Gustavo Henrique Manzolli, na reunião, que contou também com representantes da Polícia Militar, do Programa IST/Aids, Conselhos Tutelares, da Santa Casa, da UPA e dos Núcleos da Mulher e da Criança e do Adolescente do CREAS. “Esses momentos de troca são fundamentais, já que o alinhamento das equipes evita a revitimização e esse é o nosso objetivo principal”, ressalta Caroline de Souza.

Referência

A indicação da Santa Casa como hospital referência para atendimento nos casos de violência sexual foi um grande avanço. Um documento modelo foi elaborado para ser preenchido pela equipe técnica da Santa Casa em todos os casos de violência sexual atendidos, com o encaminhamento ágil e adequado das vítimas para os outros serviços necessários.

Mulheres, crianças e adolescentes vítimas desse tipo de violência são encaminhadas para o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), onde funcionam o Núcleo da Mulher e o PAEFI (Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a famílias e indivíduos). Todos os casos precisam ser encaminhados, ainda, ao Programa IST/Aids, da Secretaria Municipal de Saúde, para a continuidade da profilaxia e tratamento, quando necessário.

“Esse diálogo em rede é de grande importância e os ajustes são necessários para garantir um atendimento digno a mulheres, crianças e adolescentes em situação de violação de direitos”, destaca a psicóloga do CREAS, Tatiana Fernandes Vieira Veloso.

Reunião foi realizada no CREAS

CREAS

O CREAS é um equipamento que integra o Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e realiza atendimento nas situações de violação de direitos de crianças, adolescentes, mulheres, idosos e pessoas com deficiência. O atendimento pode ser feito por demanda espontânea. Basta se dirigir ao CREAS (Rua Laguna, 820 – Jardim dos Estados), das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, ou entrar em contato pelo telefone 3697-2626.

 

Por | Secretaria Municipal de Comunicação Social – Prefeitura de Poços de Caldas/MG

Regional

Em Poços: Turismo realiza reunião com hoteleiros

Publicado

em

O secretário de Turismo, Ricardo Oliveira, se reuniu, na manhã da última terça, com representantes do ramo de hotelaria da cidade. A reunião aconteceu no Espaço Cultural da Urca e contou com a presença do presidente do sindicato da categoria, empresário Waldir Miguel, e do diretor de Turismo, Israel de Souza Pereira.

Foram apresentadas as ações e projetos da Secretaria de Turismo para 2021, como a concessão dos pontos turísticos, a retomada da construção da Casa de Chá, o Plano Municipal de Turismo (iniciativa da própria secretaria, com incentivo e apoio do Conselho Municipal de Turismo e que já está em andamento); e o Observatório de Turismo, disponibilizado recentemente no site da Prefeitura como o maior banco de dados da atualidade sobre o turismo na cidade.

Ricardo ressaltou a importância do Observatório do Turismo para o planejamento de ações para o setor e salientou que a participação de todos é fundamental para que as informações sejam cada vez mais um retrato da realidade, principalmente no tocante ao número de visitantes que os estabelecimentos recebem a cada mês. Ficou acertado a realização de uma campanha junto aos hoteleiros para que haja uma conscientização sobre a importância do Observatório do Turismo e seus dados disponibilizados.

“Ouvimos com muita atenção as demandas da classe. A realidade de cada um, mediante o cenário da pandemia, é de muita dificuldade. Foi colocado que este foi um dos piores meses de janeiro dos últimos anos e que se houver o fechamento dos setores não essenciais, muitos estabelecimentos não conseguirão sobreviver”, relatou o secretário.

Como resposta, anunciou que está preparando, junto com a Secretaria de Comunicação da Prefeitura, e apoio do sindicato de Hotéis, estratégias de divulgação de Poços de Caldas. “Vamos mostrar que o destino turístico Poços de Caldas está aberto, com suas belezas naturais e sua hospitalidade e que nossos hotéis estão preparados para receber os turistas com toda segurança possível, com protocolos muito bem elaborados e colocados em prática nos estabelecimentos”, concluiu o secretário.

 

Por | Secretaria Municipal de Comunicação Social – Prefeitura de Poços de Caldas/MG

Continuar Lendo

Regional

Em Poços: Secretaria de Educação utiliza verba do Ministério da Saúde para adequação de unidades

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Educação , em conjunto com a Secretaria de Obras, irá iniciar ações de adequação de quatro escolas municipais, visando atender exigências da Vigilância Sanitária para a prevenção e combate à disseminação do Covid-19. A verba utilizada foi destinada pelo Ministério da Saúde, por meio da Portaria nº1.857/GM/MS, que repassou ao município um incentivo financeiro para as ações de prevenção à disseminação do Covid no contexto escolar. O valor destinado para Poços de Caldas foi de R$262.230,00.

As ações serão executadas nas instalações sanitárias das unidades: Colégio Municipal Dr José Vargas de Souza, Sérgio de Freitas Pacheco, Haroldo Afonso Junqueira e Lúcia Sacoman Junqueira. A Secretaria Municipal de Educação realizou um levantamento que apontou estas unidades como as que necessitavam de obras com maior urgência. As demais unidades também serão contempladas, seguindo cronograma da secretaria de Obras, com verba do próprio município.

Além da ação do tempo, e apesar de as unidades contarem com pessoal de limpeza, que cuidou da manutenção das escolas neste período em que ocorreram apenas as aulas remotas, houve casos de depredação em algumas unidades. Após o retorno das férias de final de ano, o pessoal da manutenção encontrou unidades com tentativa de arrombamento, outras em que houve furto de padrão de luz e fios de cobre, muitas com vidros quebrados e, em algumas, foram constatados atos de vandalismo, com depredação pontual em alguns locais da escola.

Na reunião do último dia 11, com a presença da secretária Maria Helena Braga, do secretário de Obras, José Benedito Damião e representante da secretaria de Saúde , ficou definida a ação nas quatro escolas e o escalonamento para as demais unidades. A ação visa o retorno das aulas presenciais, que deve ocorrer de forma híbrida, assim que o Comitê Extraordinário de Enfrentamento ao Covid 19 deliberar favoravelmente, levando em consideração os números da pandemia no município e o Plano de Ação formatado pela Secretaria Municipal de Educação.

 

Por | Secretaria Municipal de Comunicação Social – Prefeitura de Poços de Caldas/MG

Continuar Lendo

Regional

Em Poços: Finalizada pesquisa de satisfação promovida pela ANEEL

Publicado

em

Pesquisa teve início em novembro.

A realização das entrevistas da 21ª edição da pesquisa que gera o Índice ANEEL de Satisfação do Consumidor (IASC), terminou no dia 11 deste mês no município.

Em outras localidades, o trabalho desenvolvido pela empresa contratada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), Qualitest Ciência e Tecnologia Ltda, continua, com previsão de término no início do mês de março.
A etapa de campo começou em novembro, e contou com a aplicação de 300 questionários, por amostragem, em Poços de Caldas.

O órgão regulador do setor elétrico brasileiro realiza a avaliação todos os anos, para evidenciar as distribuidoras mais eficientes na percepção do consumidor. Para mais informações, basta acessar o endereço: aneel.gov.br/iasc.

As empresas mais bem avaliadas pelos consumidores recebem troféu, certificado e o selo IASC para utilização em materiais de divulgação. O último prêmio conquistado pela DMED foi o de 1º lugar em 2019, na categoria Sul e Sudeste acima de 30 mil até 400 mil consumidores.

 

Por | Assessoria de Comunicação DME

Continuar Lendo

Em Alta