Conecte-se conosco

Notícias Corporativas

Como o marketing digital pode alavancar negócios na internet?

Especialista explica a importância das empresas investirem em ferramentas como Meta Ads e Google Ads para atrair clientes

Publicado

em

O investimento em publicidade digital no país subiu para R$ 30,2 bilhões em 2021, segundo o estudo Digital AdSpend realizado pelo IAB Brasil (Interactive Advertising Bureau) em parceria com a Kantar Ibope Media. A pesquisa aponta um aumento de 27% em comparação ao ano anterior, mesmo com a crise sanitária e econômica ainda em vigor. Enquanto isso, dados da FGV (Fundação Getúlio Vargas) indicam que o comércio online no ano passado representou 21,2% do faturamento das empresas do varejo. As análises sugerem que investir em vendas pelo digital é uma rota para impulsionar os negócios e nesta empreitada o marketing digital pode ser o atalho. 

A utilização de canais digitais, como redes sociais, sites de busca e aplicativos, para melhorar a comercialização de produtos e serviços, aumentar a visibilidade de uma marca ou segmentar o público-alvo são exemplos de marketing digital. Este tipo de marketing é composto por uma série de estratégias que são formuladas a depender do objetivo do cliente. 

“O marketing digital não é o único caminho, mas é o melhor. A quantidade de mídias, plataformas e redes sociais traz flexibilidade. Às vezes, o segmento de uma empresa pode dar certo em uma mídia, enquanto para outro segmento dar totalmente errado”, afirma Lucas Heber, Growth Marketer da agência Mestres do Site. 

Ferramentas do marketing digital

Entre os recursos do marketing digital, o Meta Ads é uma ferramenta voltada para a criação de campanhas publicitárias para as redes sociais Facebook e Instagram. Com um budget diário, é possível impulsionar uma postagem na timeline ou um reel (formato de vídeo de no máximo 60 segundos de duração) para atrair mais seguidores, aumentar os cliques em um determinado link ou até mesmo ampliar a audiência, obtendo mais visitas no perfil. 

Já são 122 milhões de brasileiros presentes no Instagram e 116 milhões presentes no Facebook, segundo dados compilados pelas empresas We Are Social e Hootsuite e divulgados no relatório Digital 2022. Para alcançar este público, o Meta Ads fornece instrumentos para as empresas criarem anúncios, gerenciarem quando e onde eles serão veiculados e acompanharem o desempenho em relação aos objetivos traçados inicialmente.

O Google Ads é outra possibilidade para realizar publicidade, mas neste caso utilizando a plataforma de anúncios do Google, que possui diversos mecanismos. A empresa interessada pode criar banners e distribuí-los entre sites parceiros, exibir anúncios nos primeiros resultados de pesquisa de uma palavra específica (buscada por um potencial cliente) ou durante a exibição de vídeos no YouTube, cujo assunto tenha relação com o que se almeja comunicar. 

O Google também dispõe como trunfo a Rede de Display, isto é, uma vasta gama de blogs, sites, portais de notícias, e-mail, vídeos e aplicativos onde seus anúncios podem ser exibidos. A Comscore (empresa norte-americana de análise de internet) estima que os sites da Rede de Display alcançam, mundialmente, mais de 90% dos internautas.

“O Instagram e Facebook Ads são mais indicados para trabalhar o desejo do público. Já o Google Ads é mais indicado para trabalhar a ‘dor’ do público, por ter como sua principal característica o seu modo de pesquisa”, recomenda Heber. 

Desenvolver textos, podcasts e/ou vídeos informativos livres de publicidade direta, que contribuam de alguma forma a sanar dúvidas dos clientes, é outra modalidade incluída no marketing digital. Intitulada marketing de conteúdo, trata-se de uma forma mais recente de conquistar leads (possíveis clientes) de forma sutil. 

Técnicas de SEO (Search Engine Optimization) também podem ser empregadas para prosperar no ambiente online. Este método consiste em sistematicamente melhorar o posicionamento de uma marca nos rankings de pesquisa por meio de palavras-chaves. Desta forma, o SEO aumenta o potencial da mesma destacar-se em sites de busca, como o Google, ou em plataformas de vídeos, como o YouTube – hoje também já considerado um motor de buscas. 

Diversificar para crescer

Para o empresário da agência Mestres do Site, a melhor opção para o crescimento de negócios de qualquer porte é diversificar, pois “não estar presente onde as pessoas procuram é um erro crítico”. Além disso, pulverizar o investimento é uma forma de não depender de uma única rede e seus algoritmos. 

Em uma campanha de marketing digital, é preciso definir os objetivos e metas para depois escolher os canais mais adequados para aplicar a estratégia de comunicação. O planejamento de todas as ações permite que, ao fim, seja possível analisar os dados, mensurar os resultados e calcular o ROI (retorno sobre o investimento). 

O estudo Digital AdSpend, que apontou o expressivo aumento da publicidade digital no último ano, também detectou que o número de anunciantes expondo seus produtos e serviços nos canais digitais cresceu 30%. Os números reforçam que, para o setor, o crescimento do comércio digital no Brasil não é uma tendência passageira. “Ao meu ver, muito deste crescimento foi devido à pandemia. O acontecimento acelerou o mercado digital no Brasil, como se ‘alfabetizasse’ as empresas em coisas que o mercado estrangeiro já estava mais habituado”, pontua Heber.

Para saber mais, basta acessar: https://mestresdosite.com.br/blog/trafego-pago/?utm_source=dino&utm_medium=PR&utm_campaign=1

Notícias Corporativas

NielsenIQ divulga novo relatório focando no impacto da sustentabilidade no setor de bens de consumo embalados

A mudança climática forçará as empresas a repensarem os modelos de negócios e se transformarem nos próximos cinco anos

Publicado

em

por

Hoje, a NielsenIQ divulgou o “The Changing Climate of Sustainability” (O Clima de Mudança da Sustentabilidade), novo relatório focado no impacto da mudança climática no setor de bens de consumo embalados. Nos próximos cinco anos, antecipam-se que custos e governança forçarão os fabricantes, as marcas e os varejistas a se transformarem e se comprometerem com modelos de negócios reais e sustentáveis para mitigar riscos a curto e longo prazo.

“A sustentabilidade está na agenda corporativa há algum tempo, como uma prioridade lenta, sobre a qual alguns negócios vêm tomando decisões proativas para se destacar do restante, enquanto outros adotaram uma abordagem de esperar e ver o que acontece”, afirmou Regan Leggett, líder de previsões da NielsenIQ. “Os custos explosivos de energia, a quebra de safras e a interrupção na cadeia de suprimentos estão forçando as empresas a prepararem os modelos de negócios existentes para o futuro ou encararem incertezas e implicações relativas a maiores custos.”

Entre os desafios na cadeia de suprimentos, pressões inflacionárias e consumidores com intenções de compra cautelosas, o relatório indica que os consumidores estão mais informados sobre sustentabilidade e exigem ação e responsabilidade corporativa. O novo relatório abordou áreas-chave, como:

  1. Como os custos explosivos estão acabando com os modelos de negócios existentes devido ao impacto da mudança climática.
  2. Como a intensificação de governança e regulamentação está gerando momentum para a sustentabilidade.
  3. Como o sentimento do consumidor está mudando de “bom para se ter” para um novo padrão básico na sua tomada de decisão.
  4. Qual é o papel das diferentes partes interessadas em insistir na agenda de sustentabilidade? Em quem os consumidores confiam? E como as empresas podem ajudar os consumidores a fazer escolhas mais sustentáveis?
  5. Como será o futuro da sustentabilidade para varejistas, marcas, consumidores e governo?
  6. Que ações as empresas devem tomar agora para alcançar as metas futuras e garantias feitas pelos governos?

“Os consumidores querem ajudar a viver e consumir de forma sustentável; entretanto, nem todas as corporações têm práticas sustentáveis”, afirmou Nicole Corbett, vice-presidente de Liderança de Pensamento da NielsenIQ. “Na última década, os consumidores vêm pedindo por uma revolução ecológica que não se materializou, e a falsa preocupação com o ambiente e a inação por parte das marcas e varejistas têm deixado os consumidores com graus variados de confiança nessas partes.”

O clima de mudança da sustentabilidade alcançou um momento crítico, e os próximos cinco anos trarão uma mudança drásticaàmedida que as empresas se transformam para atender a novas demandas, diretrizes e realidades de como fazer negócios. A ação autêntica por parte de empresas proativas e genuínas terá vantagem estratégicaàmedida que os setores correm para atender aos requerimentos e exigem esforços sustentáveis.

Para as informações mais recentes do relatório, acesse: https://nielseniq.com/global/en/insights/analysis/2022/the-changing-climate-of-sustainability-has-reached-a-critical-moment/.

Sobre a NielsenIQ

A NielsenIQ, empresa global de serviços de informações, oferece o padrão de excelência em medição de consumo e varejo, por meio do entendimento mais conectado, completo e acionável do consumidor omnicanal global em evolução. A NielsenIQ é a fonte confiável para as indústrias que atendemos e a pioneira que define o próximo século de medição de consumo e varejo. Nossos dados, informações conectadas e análises preditivas otimizam o desempenho de empresas de bens de consumo embalados (CPG, consumer packaged goods) e varejo, aproximando-as das comunidades que atendem e ajudando a promover o seu crescimento.

A NielsenIQ, empresa do portfólio da Advent International, conta com operações em mais de 90 mercados, abrangendo mais de 90% da população mundial. Para mais informações, acesse NielsenIQ.com.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contato:

Ásia Pacífico: Tarini Mathur Kaul (tarini.mathurkaul@nielseniq.com)

Europa, Oriente Médio, África: Sebastien Monard (sebastien.monard@nielseniq.com)

América Latina: Ari Rodriguez (ari.rodriguez@nielseniq.com)

América do Norte: Gillian Mosher (gillian.mosher@nielseniq.com)

Fonte: BUSINESS WIRE

Continuar Lendo

Notícias Corporativas

IWBI lança WELL Equity Rating para promover organizações e lugares onde “todos se sintam bem-vindos, vistos e ouvidos”

Mais de 30 adotantes iniciais se inscrevem na nova classificação, que capacita as organizações a tomar ações com base em evidências para promover diversidade, equidade, inclusão e acessibilidade, além de priorizar a saúde dos funcionários para todos

Publicado

em

por

O International WELL Building Institute (IWBI) anunciou hoje o lançamento da WELL Equity Rating, uma nova classificação concebida para ajudar as organizações a atuar conforme suas metas de diversidade, equidade, inclusão e acessibilidade bem como melhorar a cultura da empresa e a saúde dos funcionários. Mais de 30 organizações de liderança, incluindo AvalonBay Communities, Canderel, Empire State Realty Trust, JLL, Overbury, Shaw Industries e a Faculdade de Ciências Ambientais e Florestais da State University of New York (SUNY), já se inscreveram na classificação, demonstrando seu compromisso em criar lugares onde todos tenham iguais oportunidades de prosperar.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20221130005755/pt/

(Graphic: Business Wire)

(Graphic: Business Wire)

Ao fornecer um roteiro com base em evidências, a WELL Equity Rating capacita as organizações a satisfazer melhor as necessidades de populações marginalizadas e carentes bem como adotar uma abordagem orientadaàação para criar lugares equitativos e prioritários às pessoas. A classificação inclui mais de 40 recursos abrangendo seis áreas de ação: experiência e retorno do usuário, contratação responsável e práticas trabalhistas, benefícios e serviços de saúde, programas e espaços de apoio, além do envolvimento da comunidade. A classificação valida as ações de uma organização para promover a saúde e o bem-estar; celebrar a diversidade, equidade, inclusão (DEI) e acessibilidade; e promover a sensibilidade ao abordar as disparidades em populações tradicionalmente marginalizadas ou carentes.

“Organizações em todo o mundo estão adotando o poderoso papel que o lugar pode desempenhar para nivelar o campo de jogo e garantir que todos se sintam bem-vindos, vistos e ouvidos”, disse Rachel Hodgdon, Presidente e Diretora Executiva do IWBI. “Muitas organizações se comprometeram com a DEI, mas poucas têm um roteiro para ativação. A WELL Equity Rating é uma nova oferta transformadora que capacita as organizações a cumprir suas promessas, com estratégias e ações baseadas em evidências que melhoram e fortalecem a cultura da empresa, avançam nas metas de DEI e abordam disparidades em populações carentes.

Durante dois anos, o IWBI vem colaborando com sua Assessoria de Equidade em Saúde, aprendendo com mais de 200 consultores especialistas participantes de 26 países. Um prestigiado grupo com mais de 40 co-presidentes liderou a Consultoria, emprestando seu enorme conhecimento e experiência em equidade em saúde, DEI, construção e pertencimento comunitário, e design acessível. O processo de desenvolvimento também incluiu retorno e contribuições de outras pessoas com experiência vivenciada que representam as populações-alvo priorizadas pela classificação. Isto inclui BIPOC (negros, indígenas e outras pessoas de cor), imigrantes de primeira geração, indivíduos LGBTQ+, cuidadores primários e pessoas com deficiência física e/ou transtorno neurológico.

“Igualdade e saúde andam de mãos dadas. Esta classificação tem tudo a ver com tornar oportunidades equitativas acionáveis, concebendo lugares mais saudáveis que sejam acessíveis a todos e cumprindo a promessa de uma cultura mundial de saúde e pertencimento”, disse Kimberly Lewis, Vice-Presidente Executiva de Equidade, Engajamento e Eventos no IWBI. “Pois, como sabemos, a equidade é a base para organizações mais saudáveis, fortes e prósperas.”

Vários estudos mostram que funcionários em locais de trabalho diversificados e inclusivos têm maior probabilidade de inovar, desfrutar de seus trabalhos, trabalhar mais e por último, ficar com seus empregadores por mais tempo. Diversas organizações também foram consideradas 1,32 vezes mais produtivas e 21% mais lucrativos do que seus pares. A WELL Equity Rating oferece às organizações um caminho tangível para ajudá-las a cumprir seus compromissos de DEI e transformar a forma como os locais de trabalho são projetados, gerenciados e operados para criar ambientes onde todos possam prosperar e mostrar sua autenticidade.

Coincidindo com o lançamento, em uma demonstração de liderança, mais de 30 organizações representando diversos setores já se inscreveram para buscar a WELL Equity Rating em mais de 1.000 locais.

Elas incluem:

  • AHA Consulting Engineers
  • AvalonBay Communities
  • Buro Happold
  • Canderel
  • Chinachem Agencies Limited
  • Delos LLC
  • ECOS
  • Empire State Realty Trust
  • Epsten Group
  • Full Circle Design Services
  • Ivanhoé Cambridge
  • JLL
  • Landsec
  • M Moser Associates
  • Menarco Development Corporation
  • NEO
  • Neovalue
  • Overbury
  • Resilient Buildings Group
  • Shaw Industries Group, Inc.
  • Shearman and Sterling
  • Simpson Coulter Studio
  • SUNY College of Environmental Science and Forestry
  • Sustainable Investment Group LLC (SIG) – Green Building Holdings
  • The Green Engineer
  • Tuolumne County
  • Veris Residential
  • Woonerf

A equidade é um princípio central do WELL Building Standard; a maioria dos recursos da WELL Equity Rating foi extraída de estratégias existentes do WELL, cada uma respaldada por pesquisas que demonstram resultados mais equitativos para uma ou mais das populações-alvo. Com a ajuda do Health Equity e do WELL Concept Advisories, o IWBI também desenvolveu novos recursos beta e partes para reforçar a nova oferta. Esta nova designação será acrescentada ao conjunto de ofertas do IWBI que inclui o WELL Health-Safety Rating e o WELL Performance Rating. Cada classificação pode ser obtida como uma designação ou marco independente para uma WELL Certification com base no local ou para o WELL Score de uma organização.

“Ao impulsionar a responsabilidade e a ação, a WELL Equity Rating irá servir como uma ferramenta importante para ajudar as organizações a atualizar seus compromissos de DEI, viver seus valores e efetuar mudanças duradouras”, disse a Dra. Angelita Scott, Diretora e Líder de Conceito de Comunidade no IWBI, que também atuou como arquiteta principal da classificação. “Somos muito gratos a todos os nossos consultores e partes interessadas de todo o mundo com diferentes formações, conhecimentos e experiências vividas que apoiaram este esforço. É devido a sua visão, contribuição e dedicação que conseguimos criar uma solução verificada por terceiros que irá elevar as vozes historicamente excluídas, aprimorar o desempenho de ESG e melhorar os resultados organizacionais.”

Em setembro, o Conselho de Governança do IWBI, o corpo de liderança encarregado por defender a integridade do WELL mediante rigorosos critérios de desenvolvimento padrão, ratificou por unanimidade a WELL Equity Rating. O Conselho de Governança é formado por ilustres líderes de pensamento, médicos, profissionais de saúde pública e executivos de negócios a nível mundial, como o Dr. Richard Carmona, o 17º Cirurgião Geral dos EUA; Cheryl Durst, Presidente e Diretora Executiva da International Interior Design Association (IIDA); Dr. Yao Wang, Diretor Geral do International Institute of Green Finance; Alison Omens, Diretora de Estratégia da Just Capital; Mona Naqvi, Chefe Global de ESG e Estratégia de Mercado de Capitais da S&P Global; e Nancy Roman, Presidente e Diretora Executiva da Partnership for a Healthier America.

Apresentamos a seguir o que alguns dos primeiros usuários estão dizendo sobre a WELL Equity Rating:

“O compromisso da ESF com a WELL Equity Rating foi um retumbante ‘sim’, pois trabalhamos para aprimorar e oferecer acesso equitativoàsaúde e ao bem-estar de nosso campus. A classificação irá nos orientar no reconhecimento de populações tradicionalmente sub-representadas e na promoção da inclusão celebrando a diversidade que torna este campus tão vibrante e bem-sucedido”, disse a Presidente da Faculdade de Ciências Ambientais e Florestais da SUNY, Joanie Mahoney. “Apreciamos o trabalho e a orientação do IWBI na criação desta classificação e continuamos a liderar o caminho, ao colocar as pessoas em primeiro lugar.”

“Na Shaw, nos esforçamos para criar um futuro melhor e um mundo melhor. Um mundo no qual valorizamos e investimos coletivamente na saúde, no bem-estar e no sucesso de todas as pessoas E de nosso planeta. Um futuro seguro e protegido para as próximas gerações”, disse Kellie Ballew, Vice-Presidente de Sustentabilidade Global e Inovação na Shaw Industries. “A WELL Equity Rating se alinha com este compromisso e se destaca para oferecer validação externa de nossos esforços.”

“A Ivanhoé Cambridge tem orgulho de fazer parte das primeiras a adotar a WELL Equity Rating. Como liderança imobiliária responsável, olhamos para nossos espaços pelas lentes do investidor e do empregador”, disse Sunita Mahant, Chefe de Impacto Social e Inclusão, Investimento Sustentável na Ivanhoé Cambridge. “Nossa participação consolida nosso compromisso com a criação de espaços inclusivos. Quando as pessoas entram em nossos prédios, queremos que tenham uma sensação de pertencimento. Isto começa com nossos próprios funcionários, sendo por isto que estamos iniciando nosso envolvimento com nossa própria sede em Montreal.”

“Diversidade, equidade e inclusão (DEI) lançam luz sobre as necessidades e prioridades de populações carentes e sub-representadas, que são alguns dos membros mais valiosos de nossa comunidade”, disse Raymond Rufino, Diretor Executivo da NEO. “Ainda estamos no início de nossa jornada de DEI, mas damos as boas-vindas ao roteiro que a WELL Equity Rating fornece para garantir que nossas organizações e espaços sejam seguros, respeitosos e acolhedores a cada pessoa. Estamos empolgados por ser um dos primeiros a adotar a classificação e esperamos que muitas outras empresas participem da jornada.”

“A Green Building Holdings (GBH), junto com nossas quatro unidades de negócios na SIG, BlueO, GBES e Aetos, estão avaliando continuamente nossos esforços de DEI em toda a empresa”, disseBeka Rund, Chefe de Pessoal na Green Building Holdings. “Estamos animados em adotar a WELL Equity Rating para felicitar, medir e avaliar nossa empresa pela melhoria contínua. Nossa meta é ter uma cultura inclusiva e liderar pelo exemplo para nossa empresa e para o setor como um todo.”

“O programa WELL Equity fornece estratégias comprovadas para informar e validar o compromisso da AHA com nossos funcionários e futuros funcionários”, disse Adam Jennings, Diretor de Energia, Sustentabilidade e Operabilidade na AHA Engineers. “Os efeitos vão muito além da AHA através de nosso serviço e dos serviços que oferecemos a nossos clientes e comunidade.”

Sobre o International WELL Building Institute

O International WELL Building Institute (IWBI) é uma corporação de utilidade pública e a organização líder mundial com foco na implantação de locais que priorizam as pessoas para promover uma cultura internacional de saúde. O IWBI mobiliza sua comunidade mediante a administração do WELL Building Standard (WELL) e das classificações do WELL, gerenciamento da credencial WELL AP, busca de pesquisas aplicáveis, desenvolvimento de recursos educacionais e defesa de políticas que promovam a saúde e o bem-estar em todos os lugares. Mais informação sobre o WELL podem ser encontradas aqui.

O International WELL Building Institute pbc é uma subsidiária integral do Delos Living LLC. International WELL Building Institute, IWBI, WELL Building Standard, WELL v2, WELL Certified, WELL AP, WELL Portfolio, WELL Score, The WELL Conference, We Are WELL, WELL Community Standard, WELL Health-Safety Rating, WELL Health-Safety Rated, WELL Equity, WELL Performance Rated, WELL Performance Rating, Works with WELL, WELL e outros, e seus logotipos respectivos são marcas comerciais ou marcas de certificação do International WELL Building Institute pbc nos EUA e em outros países.

Nota aos Editores:

O QUE SIGNIFICA EQUIDADE EM SAÚDE?

Nossa visão se alinha com a definição de equidade em saúde da Robert Wood Johnson Foundation, onde “todos têm uma oportunidade equitativa e justa de serem os mais saudáveis possíveis”. Ao contrário da igualdade, que envolve dar a todos a mesma coisa, a equidade “reconhece que cada pessoa tem circunstâncias diferentes e aloca recursos e oportunidades com exatidão, necessários para obter um resultado igual.”

Respaldamos fatores de saúde positivos e preventivos na crença de que a saúde não é apenas a ausência de doença, mas está intimamente ligadaàcapacidade de uma pessoa prosperar. Reconhecemos que as pessoas se beneficiam deste “estado de equilíbrio” resultante de uma vida ideal em mente, corpo e espírito, se sentindo “contentes, conectadas ao propósito, às pessoas eàcomunidade.”

Cumprir esta missão significa reconhecer que muitas disparidades de saúde estão enraizadas em condições sistêmicas e determinantes sociais, incluindo o modo como os locais de trabalho são projetados, gerenciados e mantidos, o que impõem ônus significativosàsaúde de certas populações carentes. A definição da RWJF define o acesso equitativoàsaúde como um resultado essencial, enquanto a diversidade e a inclusão são maneiras de alcançar este objetivo.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contato:

Mídia:

media@wellcertified.com

Yan Tai

yan.tai@wellcertified.com

Fonte: BUSINESS WIRE

Continuar Lendo

Notícias Corporativas

Webhelp recebeu as melhores classificações em experiência do cliente globalmente pelo Everest Group

Webhelp é nomeada como principal concorrência e atuação nas Américas no APAC, e líder no EMEA pelo quarto ano consecutivo

Publicado

em

por

Webhelp, um líder global em experiência do consumidor BPO, anunciou seu reconhecimento como Major Contender (maior concorrente) em sua primeira avaliação nas Américas pela empresa de análise e líder global Everest Group em seu Customer Experience Management (CXM) nas Américas – PEAK Matrix® Assessment 2022. A empresa também foi nomeada como Major Contender e Star Performer na APAC’s Customer Experience Management (CXM) – com PEAK Matrix® Assessment 2022. Em seus quatro anos concorrendo, o grupo foi definido como líder em EMEA no Everest Group’s Customer Experience Management (CXM) no EMEA – PEAK Matrix® Assessment 2022.

“A Webhelp tornou-se um dos provedores de CXM de mais rápido crescimento na região das Américas, apoiado por suas aquisições estratégicas e parcerias no espaço CX nos últimos anos. Ela se posicionou bem para atender às demandas transformacionais dos clientes por meio de ofertas como suporte omnicanal, soluções digitais, estruturas de preços híbridas e cocriação de serviços inovadores, entre outros”, disse David Rickard, vice-presidente do Everest Group.

“Como fornecedor proeminente na região EMEA, a Webhelp tem uma ampla gama de ofertas, como serviços de consultoria de valor agregado e ferramentas baseadas em IA e CX hiperpersonalizado. Ela aproveita as soluções de API e RPA para fortalecer a proposta de valor de sua capacidade de vendas B2B, destacando assim sua prontidão digital. Também está impulsionando a co-inovação e adotando modelos de precificação baseados em produtos e resultados para permitir parcerias estratégicas com seus clientes”.

Os relatórios do Everest validam a estratégia de crescimento da Webhelp, que viu o grupo desenvolver capacidades inovadoras e expandir sua presença globalmente, com foco nas principais regiões estratégicas, para estabelecer firmemente sua posição como um importante provedor global de CXM presente em mais de 60 países.

Nos últimos 12 meses, o grupo cresceu significativamente nas Américas, com base na recente aquisição e integração da BPO OneLink e Dynamicall. Desde a pesquisa CXM Peak do Everest, a Webhelp também concluiu a aquisição do Grupo Services, um dos principais fornecedores brasileiros de CX, BPO e soluções de tecnologia que suportam as principais marcas americanas e brasileiras. Na EMEA, a Webhelp adquiriu o facilitador de crescimento inovador, Uitblinqersv, na Holanda.

A pesquisa do Everest reconhece a capacidade da Webhelp de impulsionar o pensamento digital primeiro, apoiado por parcerias recentes com provedores de tecnologia que fornecem CX hiperpersonalizado. Ele também destacou o programa designado da Webhelp para oferecer suporteàexperiência do cliente para start-ups e expansão, The Nest, e o investimento significativo do grupo na Webhelp Anywhere, que ajuda os clientes a garantir o futuro de suas operações de CX, projetando e construindo um modelo de entrega sob medida que combina os melhores talentos, serviços e suporte em qualquer local do mundo.

“Estamos muito satisfeitos com nosso desempenho no Everest CXM PEAKs, demonstrando nossa posição como líder global. Esta classificação destaca o sucesso de nossa expansão estratégica em regiões-chave, como as Américas e APAC, bem como nosso investimento contínuo em inovação, tecnologia e em nosso pessoal. Aproveitamos o aprendizado das avaliações dos analistas para melhorar continuamente nossos serviços e apoiar ainda mais nossos clientes na criação de jornadas do cliente verdadeiramente revolucionárias”, disse Olivier Duha, CEO e cofundador da Webhelp.

A Avaliação PEAK Matrix® 2022 dos Serviços CXM do Everest Group fornece avaliações detalhadas de 37 provedores de serviços CXM nas Américas; e para APAC, a pesquisa apresenta avaliações detalhadas de 20 prestadores de serviços CXM. Na EMEA, foram avaliados 25 provedores de serviços CXM. Cada avaliação analisa os pontos fortes e as limitações dos provedores de serviços estudados, considerações de sourcing para os compradores e fornece uma visão abrangente do sucesso de mercado, visão e estratégia do provedor de serviços, foco e recursos, soluções digitais e tecnológicas, investimentos de domínio e retorno do comprador.

Este anúncio segue uma série de elogios dos principais analistas do setor, com a Webhelp posicionada como Líder no Gartner Magic Quadrant 2022 para BPO de Atendimento ao Cliente. Além disso, a Webhelp foi nomeada o provedor CX mais inovador no Relatório Frost Radar™ 2021 da Frost and Sullivan.

– FIM –

Sobre a Webhelp

A Webhelp projeta, entrega e otimiza experiências humanas inesquecíveis para o mundo digital de hoje – criando jornadas de clientes que mudam o jogo. Das vendas ao serviço, da moderação de conteúdo ao gerenciamento de crédito, a Webhelp é um parceiro de ponta a ponta em todas as jornadas do cliente B2C e B2B. Seus mais de 110.000 funcionários apaixonados em mais de 60 países prosperam em fazer a diferença para as marcas mais empolgantes do mundo. A Webhelp é atualmente propriedade de sua administração e do Groupe Bruxelles Lambert (Euronext: GBLB), uma importante holding global de investimentos, desde novembro de 2019. Para obter mais informações sobre a Webhelp, visite Webhelp.com.

Contato:

Contato de mídia

Abigail Blackburn

Abigail.blackburn@webhelp.com

AxiCom

Webhelp@axicom.com

Fonte: BUSINESS WIRE

Continuar Lendo

Em Alta

...