Conecte-se conosco

Notícias Corporativas

Copa do Mundo: ferramentas de engajamento são opção para pequenos restaurantes

A taxa de consumidores que usam o delivery cresceu durante a pandemia; para o CEO da Expresso Delivery, a Copa do Mundo é uma oportunidade para os negócios do setor

Publicado

em

O hábito de pedir comida em um bar, pizzaria ou restaurante e receber em casa nunca foi tão popular entre os brasileiros. Segundo um levantamento da consultoria Kantar, a taxa de consumidores que recorrem ao delivery ao menos uma vez por semana vem em uma crescente desde o início da pandemia de Covid-19: passou de 15% em 2020, para 18% em 2021 e para 28% em 2022.

O percentual de brasileiros que nunca utilizaram a modalidade, por sua vez, caiu de 20%, em 2020, para 12% em 2021 e chegou a 11% este ano, como mostra uma publicação da CNN Brasil.

Além de oferecer a comodidade para os consumidores, as ferramentas de pedidos online são importantes para os restaurantes de pequeno e médio porte, que aumentam o engajamento e a fidelização com a sua base de clientes em seu próprio canal de vendas. É o que afirma Hudson Kanizawa, CEO da Expresso Delivery – plataforma de delivery on-line para estabelecimentos alimentícios.

“Ferramentas de marketing são importantes para os pequenos negócios de alimentação, principalmente no momento atual, diante de elementos como a alta concorrência do mercado e a inflação, que reduzem as margens, sem falar das altas taxas cobradas pelos marketplaces”, afirma Kanizawa.

Ele destaca que, com um mercado cada vez mais competitivo, os deliveries precisam, mais do que nunca, trabalhar na criação de diferenciais e na fidelização de clientes para aumentar a lucratividade da empresa em momentos como a Copa do Mundo, quando 68% dos brasileiros pretendem comprar algo para acompanhar os jogos, segundo um estudo do Mercado Ads, unidade de negócios de publicidade do Mercado Livre, realizado em  parceria com a Ipsos sobre intenções de compra para o Mundial 2022.

De acordo com a pesquisa, alimentos e bebidas (66%) estão entre as categorias mais desejadas pelos torcedores para acompanhar os jogos de futebol, logo atrás do segmento de roupas e calçados (68%) e de itens de tecnologia (31%). Aliás, nove em cada dez entrevistados contaram que pretendem assistir ao campeonato de casa e 79% afirmaram que planejam comprar alimentos e bebidas para consumir durante os jogos. 

Segundo estimativas da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), a Copa do Mundo de Futebol deve injetar R$ 864,49 milhões na receita dos bares e restaurantes do país.

Plataforma de delivery lança ferramentas para pequenos negócios 

Segundo Kanizawa, mesmo diante de um cenário positivo, os restaurantes de pequeno e médio porte carecem de ferramentas de marketing que ajudem a melhorar o engajamento e a estimular o aumento da frequência de compras da sua base de clientes.

Foi pensando nessa necessidade, e observando as principais tendências de mercado, que a Expresso Delivery anunciou o lançamento de ferramentas para pequenos negócios que buscam ampliar o número de vendas com a Copa do Mundo.

“Desenvolvemos as funcionalidades ‘Pênalti Premiado’, ‘Bolão da Copa do Mundo’ e ‘Roleta da Sorte’ com o objetivo de democratizar o acesso a ferramentas de marketing inovadoras aos deliverys de pequeno e médio porte”, explica.

Segundo a Pesquisa Game Brasil, 75% dos brasileiros se reconhecem gamers, reporta Kanizawa. “O mercado de apostas esportivas têm ganhado ampla aderência no Brasil. Por isso, acreditamos que ferramentas com novas funcionalidades, que incluem elementos desses mercados, podem melhorar a experiência de compra do app de delivery e aumentar o engajamento da marca com seus clientes”, conclui.

Para mais informações, basta acessar: https://expressodelivery.com.br/

Notícias Corporativas

Agência de Marketing em Belém (PA) recebe selo Adventure Partners

Luis Rudson de Souza Duarte, CEO da Único Marketing Digital, conta como a empresa conquistou o selo como a primeira agência de marketing digital a representar o segmento no estado do Pará

Publicado

em

por

O Brasil registrou um saldo de mais de dois milhões de novas empresas apenas entre os meses de janeiro e novembro de 2022 e chegou a mais de 20 milhões de empreendimentos em atividade, conforme dados dos “Painéis do Mapa de Empresas” do Ministério da Economia. Segundo o levantamento, 3.624.827 milhões de negócios abriram as portas no país no período analisado. 

Paralelamente, um estudo realizado pelo Mundo do Marketing em parceria com a TNS Research International apontou que 90% de todas as empresas do mundo investem em marketing digital, e a maior parte delas é brasileira. Segundo a “Pesquisa Marketing Visão 360º”, mais da metade (54%) dos negócios que entendem que o marketing digital é indispensável são de pequeno porte, com até 99 colaboradores. Entre as empresas entrevistadas, a maioria prefere terceirizar a atividade para especialistas e agências.

Para suprir a alta demanda gerada pelos negócios que, cada vez mais, passam a apostar no ambiente on-line, surgem iniciativas em todo o Brasil. Exemplo disso, a Único Marketing Digital foi uma das agências do segmento do Pará a ser selecionada para participar de uma imersão de três meses promovida pela Adventures em 2022.

A atividade é voltada a agências de publicidade e marketing que atendem PMEs (Pequenas e Médias Empresas) e buscam alavancar os negócios, gerar mais valor para os seus próprios clientes, aumentar o seu ticket médio e organizar a sua operação.

Luis Rudson de Souza Duarte, CEO da Único Marketing Digital, conta que a empresa, que surgiu em Belém (PA), em 2017, conquistou o selo “Partners Adventures” como acelerada adventures mediante capacitações, treinamentos e consultorias. Com a divulgação do resultado em dezembro do último ano, a agência paraense já iniciou o ano entre os negócios acelerados pela Adventures.

Duarte explica que a imersão pela qual a agência participou teve como objetivo compartilhar técnicas e experiências da área de marketing digital. “O projeto conecta especialistas que irão ajudar a acelerar e gerar resultados por meio de conhecimentos, metodologias e acompanhamento individualizado de profissionais”.

“Ao longo da pré-aceleração, passamos por capacitações, treinamentos e mentorias com especialistas como Edwin Junior, ex-CMO da Dominos”, acrescenta. “Além disso, passamos por uma avaliação final: uma apresentação diante de uma banca de avaliadores que realizaram a análise da Único, assim como do modelo de negócio da empresa e dos trabalhos entregues aos nossos clientes”, detalha.

Importância do selo Partners para as empresas atendidas pelas agências

De acordo com os organizadores, o programa de aceleração de agências de publicidade e marketing busca transformar o mercado de comunicação por meio do desenvolvimento de líderes que, por sua vez, possam melhorar a produtividade de seus times e gerar resultados com velocidade e qualidade para seus clientes.

Ainda segundo a Adventures, a imersão reúne conhecimentos e metodologias, além de acompanhamento individualizado de profissionais que “tocam” a empresa. A atividade oferece consultoria com PXS (Partner Experience Specialist), programa de treinamento, acesso a área de membros e networking com outros “partners”, mastermind e pitch partners – que consiste na venda de produtos entre as agências do programa.

“Com o reconhecimento, queremos mostrar que o marketing digital deve ser trabalhado com foco no resultado, nas vendas. E isso só se consegue com planejamento e experiência”, finaliza Duarte.

Para mais informações, basta acessar: https://unicomarketingdigital.com.br/

Continuar Lendo

Notícias Corporativas

Indústria de viagens se beneficiará da melhoria na pesquisa e reserva de voos a partir do acordo entre Cirium e Amadeus

A Amadeus integra os dados avançados de programação de voos da Cirium em suas soluções Travel Platform, enriquecendo o conjunto de informações disponíveis

O acordo amplia a parceria de uma década entre as duas empresas líderes do setor

O acesso aos novos dados continua melhorando a experiência de pesquisa e reserva, tanto para agências de viagens quanto para viajantes

Publicado

em

por

A Cirium, uma das principais empresas de análise no campo da aviação, assinou um acordo com a Amadeus para fornecer seus dados avançados de programação de voos na Amadeus Travel Platform, melhorando ainda mais o conjunto de dados disponível para a pesquisa e reservas de voos.

Como uma das lideranças em tecnologia do setor de viagens, os dados completos e oportunos são essenciais para que a Amadeus forneça informações de alta qualidade aos clientes. O novo acordo significa que todas as informações sobre horários da Cirium serão integradasàAmadeus Travel Platform, beneficiando muitos clientes da Amadeus no setor de viagens, incluindo companhias aéreas, agências de viagens e muito mais.

Jeremy Bowen, CEO da Cirium, comentou: “A combinação de dois líderes em seus respectivos campos no setor de viagens, por meio da expansão da parceria entre Cirium e Amadeus, vai melhorar ainda mais a pesquisa e as reservas de voos, além de permitir que a indústria descubra novas oportunidades de mercado, maximize sua receita e produza uma experiência mais eficiente às pessoas que viajam. Nossa nova parceria vai além de fornecer horários de voos do mundo todo na ferramenta Amadeus Schedules Analytics. Ela aprimora a principal plataforma de viagens do setor, permitindo que os dados da Cirium enriqueçam a qualidade das informações para os clientes da Amadeus”.

Sam Abdou, vice-presidente executivo de Air, Rail & Global Online da Amadeus, disse: “A expansão de nossa parceria com a Cirium e a maior integração de suas informações em nossa plataforma de dados de horários de voos de várias fontes enriquece nosso conjunto de dados e contribui para manter uma alta precisão de dados e capacidade de reserva para nossos clientes”.

A Amadeus é uma parceira líder em tecnologia e distribuição de viagens para a indústria, com presença internacional sustentada por uma expertise local. A empresa desenvolve soluções cruciais que ajudam companhias aéreas e aeroportos, hotéis e transportes ferroviários, mecanismos de busca, agências de viagens, operadoras turísticas e outros agentes do setor a executar suas operações e melhorar a experiência de viagem. A integração de dados do banco de dados avançado de horários da Cirium, que abrange mais de 900 companhias aéreas do mundo inteiro e todos os tipos de aeronaves, significa que as empresas com acessoàAmadeus Travel Platform podem tomar decisões mais precisas baseadas em dados.

Os dados de horários da Cirium são incomparáveis na indústria da aviação. A empresa tem mais de 40 anos de experiência em horários de companhias aéreas e dados de conexões. Um dos principais produtos de análise de horários da Cirium, o Cirium Diio Mi, cobre 97% de todos os voos programados de companhias aéreas do mundo desde 20 anos e com previsão de 11 meses.

Saiba mais sobre o “Cirium Schedules”.

FIM

Nota aos editores

Sobre a Cirium

A Cirium reúne dados e análises poderosos para manter o mundo em movimento. Ela oferece informações criadas a partir de décadas de experiência no setor, permitindo que as empresas de viagens, fabricantes de aeronaves, aeroportos, companhias aéreas e instituições financeiras, entre outros, tomem decisões lógicas e informadas que moldam o futuro das viagens, aumentando as receitas e melhorando as experiências dos clientes. A Cirium faz parte da RELX, uma fornecedora mundial de análises baseadas em informações e ferramentas de decisão para clientes profissionais e empresariais. As ações da RELX PLC são negociadas nas Bolsas de Valores de Londres, Amsterdã e Nova York a partir dos seguintes símbolos: Londres: REL; Amsterdã: REN; Nova York: RELX.

Para mais informações, siga as novidades da Cirium no LinkedIn ou Twitter ou então acesse cirium.com.

Sobre a Amadeus

As viagens impulsionam o progresso. A Amadeus impulsiona as viagens. As soluções da Amadeus conectam os viajantes às viagens que desejam por meio de agências de viagens, mecanismos de busca, operadoras turísticas, companhias aéreas, aeroportos, hotéis, carros e transportes ferroviários.

Desenvolvemos nossa tecnologia em parceria com a indústria de viagens há mais de 30 anos. Combinamos um profundo conhecimento de como as pessoas viajam com a capacidade de projetar e fornecer os sistemas mais complexos e confiáveis que nossos clientes precisam. Em 2019, ajudamos a conectar mais de 1,9 bilhão de pessoas a agências de viagens locais em mais de 190 países. Somos uma empresa com mentalidade global e presença local, onde quer que nossos clientes precisem de nós.

Nosso propósito é moldar o futuro das viagens. Somos apaixonados em nossa busca pela melhor tecnologia que torna as viagens melhores.

A Amadeus é uma empresa IBEX 35, cotada na Bolsa de Valores de Espanha sob o título AMS.MC. A empresa também é reconhecida pelo Índice Dow Jones de Sustentabilidade há 10 anos.

Para saber mais sobre a Amadeus, acesse www.amadeus.com.

Siga-nos:

Facebook

Twitter

LinkedIn

YouTube

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contato:

Assessoria de imprensa:

RP da Cirium: media@cirium.com

The PC Agency (Reino Unido e Europa): cirium@pc.agency

Dep. da Comunicação da Juliett Alpha (Américas): cirium@juliettalpha.com

TrainTracks (Japão): cirium@traintracks.com

Fonte: BUSINESS WIRE

Continuar Lendo

Notícias Corporativas

Produtos do agro valorizam 19% no exterior

Creditada à demanda mundial por commodities e à inflação global, valorização permitiu a exportadores compensar altas nos insumos e combustíveis e até ampliar as margens

Publicado

em

por

Em 2022, o agro brasileiro conseguiu exportar seus produtos a preços mais altos, segundo dados compilados pela Câmara de Comércio Árabe-Brasileira.

De acordo com a entidade, cada tonelada de produtos exportada pelo setor rendeu ao Brasil uma média de US$ 680,59, alta de 18,95% sobre a receita alcançada nos negócios realizados ao longo de 2021.

Embora a variação tenha de ser analisada com cautela por estar diluída entre mais de 190 categorias de produtos vendidas no exterior, nos itens que lideram a pauta, a análise dos preços indica aumentos ainda maiores.

A valorização é creditada pela entidade à inflação global, que vem puxando para cima custos com combustíveis, insumos e processos logísticos na esteira da pandemia e da Guerra na Ucrânia. Foi decisiva, no entanto, a forte demanda por commodities alimentares no exterior, especialmente as passíveis de estoque, que permitiu aos exportadores não só repassar o aumento nos custos, como também ampliar as margens.

“Na maioria dos produtos, os preços subiram para acompanhar a alta nos custos de produção, mas houve muitas situações em que os reajustes ocorreram acima da média geral e significativamente acima da inflação brasileira [5,79%, segundo o IBGE], sobretudo nos itens que lideram a pauta. Há ainda o dólar valorizado em relação ao real favorecendo as margens. Esses dados nos fazem acreditar que os exportadores realizaram lucros importantes em muitos negócios”, analisa Tamer Mansour, secretário-geral da entidade.

Em 2022, as exportações do agro brasileiro somaram US$ 135,157 bilhões, avanço de 35,41% sobre o ano anterior. Entre os ‘top 10’ da pauta, o café foi o produto que mais valorizou. Os negócios envolvendo o grão foram realizados a um preço médio 56,93% mais alto, em média US$ 4.000,42 a tonelada, no conjunto dos países compradores. Em seguida vem o milho, com alta de 37,85% e preço médio de US$ 282,65 a tonelada. A soja segue o ranking, com alta de 31,75% e preço médio de US$ 591,20 a tonelada. O óleo de soja vem em seguida, com preço médio 23,80% mais alto, no caso US$ 1.512,27 a tonelada. As aves valorizaram 22,69%, com a tonelada vendida a US$ 2.007,84.

Nos 22 países árabes, de especial interesse para a câmara de comércio, a cesta do agro foi comercializada a preço médio 14,40% mais alto, no caso US$ 570,84 por tonelada. Comparado ao preço médio das vendas a todos os países, que valorizou 18,95%, esses números sugerem que os árabes conseguiram negociar alimentos a preços mais baixos em relação ao todo do planeta, o que se confirmou em itens importantes da pauta, como carne bovina (US$ 4.404,13 por tonelada na Liga Árabe, contra US$ 5.753,74 no mundo), soja (US$ 579,84 e US$ 591,20), milho (US$ 273,96 e US$ 282,65), açúcar (US$ 395,15 e US$ 403,20), café (US$ 3.962,57 e US$ 4.000,42) e trigo (US$ 310,83 e US$ 314,80).

Houve casos, no entanto, em que os brasileiros conseguiram impor preços mais de seu interesse. Uma dessas situações ocorreu no comércio de frango, produto de destaque na pauta para a Liga Árabe. Os árabes, que vem fazendo aportes bilionários para ampliar a oferta local da proteína avícola e depender menos da ave importada, pagaram em média US$ 2.171,98 pela tonelada do frango brasileiro, alta de 26,35% sobre o preço do ano anterior e ligeiramente acima dos valores praticados globalmente (US$ 2.022,89). 

Para Mansour, o prêmio pago pelo comprador árabe aos frigoríficos brasileiros evidencia a competitividade do setor, que desde anos 1970 vem se especializando em atender a Liga Árabe, com fornecimento regular de frango de padrão islâmico (halal), em peças inteiras com peso entre 0,8 e 1,2 kg, como prefere o cliente do bloco.

“A alta especialização dos frigoríficos de aves mais uma vez permitiu ao setor colocar frango nos mercados árabes nas quantidades, no padrão, no preço demandados e até mais competitivo do que o frango local subsidiado pelo petróleo”, diz Mansour. 

Ano passado, os 22 países da Liga Árabe absorveram 1/3 das exportações de frango nacional. A região rendeu receitas de US$ 3,169 bilhões, 30,88% de alta sobre 2021. Os volumes cresceram 4,18%, para 4,42 milhões de toneladas, outro indicativo de valorização.

###

Continuar Lendo

Em Alta

...