Notícias

Ataques cibernéticos causam prejuízo de US$ 2,1 trilhões

Opção para conter o problema são as ferramentas de armazenamento em nuvem, que oferecem benefícios importantes para a proteção de dados online.

Publicado

em

Maringá, PR 14/1/2022 –

Opção para conter o problema são as ferramentas de armazenamento em nuvem, que oferecem benefícios importantes para a proteção de dados online.

Segundo o estudo Cyber Handbook, da consultoria de riscos e corretora de seguros Marsh, só em 2019, ataques cibernéticos causaram um prejuízo financeiro de mais de US$ 2,1 trilhões em todo o mundo. Diante do crescimento anual do número de invasões, o uso de softwares para segurança dos dados corporativos tornou-se cada vez mais necessário.

Além disso, o levantamento feito pela Roland Berger, consultoria alemã, aponta que o Brasil ficou em 5º lugar no ranking de países que mais sofreram ataques cibernéticos em 2021. A posição torna o país um dos principais alvos, e, como consequência, desperta a preocupação de empresários brasileiros. 

Segundo Renan Fernandes, diretor da Avant Services, empresa especialista em licenciamento de softwares para proteção de dados corporativos, um dos fatores que mais agravou o problema foi o home office. “Durante a pandemia as empresas adotaram esse sistema sem se protegerem como realmente deveriam”, afirma o Diretor.

Ainda de acordo com Fernandes, é necessário que o universo corporativo entenda que, para garantir a proteção mais completa de uma empresa, é preciso investir em ações contínuas de segurança. Ou seja, não é uma resolução pontual, e, sim, um investimento feito para ser ininterrupto.  

Armazenamento em nuvem

São muitos os tipos de ataques, mas o que acontece com mais frequência e gera mais gastos, devido aos pedidos de resgate, é o ransomware, que atinge negócios de todos os portes, inclusive governos. Esse tipo de invasão sequestra os dados da empresa e depois pede um resgate para os receber de volta.

Conforme um levantamento da empresa de segurança virtual Kaspersky, entre 2019 e 2020, houve um aumento de 767% nas tentativas desse tipo direcionado de ataque. E, segundo o diretor da Avant Services, o número pode crescer ainda mais se as empresas não se atentarem ao real problema e investirem em ferramentas de proteção.

Uma opção para intensificar a segurança é o armazenamento em nuvem. De acordo com pesquisa realizada em 2021 pelo Instituto Gartner, o mercado mundial desse tipo de provedor obteve, em 2020, um crescimento de 40,7% em relação a 2019. O setor conta com diferentes empresas no ramo, como, por exemplo, a Dropbox, uma plataforma americana de armazenamento, hospedagem e sincronização de arquivos em nuvem. 

“A plataforma do Dropbox oferece um serviço robusto, capaz de entregar tanto uma forte capacidade de armazenamento quanto garantir a segurança de todos os dados ali salvos. Ela também assegura mais produtividade e eficiência para as equipes, seja para o trabalho presencial ou remoto”, explica Renan Fernandes.

Segurança do armazenamento em nuvem

O armazenamento em nuvem em si é considerado mais seguro do que os realizados de outra forma, como no próprio aparelho móvel. Os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD) do IBGE, realizada em 2018, mostram que os brasileiros ficam cada vez mais no celular e, por consequência, estão mais sujeitos a perda de arquivos salvos no dispositivo.  

De acordo com Fernandes, esse tipo de plataforma permite o compartilhamento de pastas e arquivos com diversas camadas de permissões aos destinatários que recebem um documento. Além disso, possibilita que arquivos sejam armazenados sem a necessidade de backups manuais, já que todas as alterações são salvas automaticamente e podem ser acessadas de qualquer lugar ou aparelho.  

“Com benefícios essenciais para o meio empresarial, como criptografia, backup em tempo real, organização de equipe e trabalho remoto, esse tipo de serviço oferece mais segurança. Por esse motivo, uma empresa pode realmente trabalhar de forma mais tranquila e segura com ele”, completou o diretor da Avant Services.

Para completar, Renan afirma que a Dropbox é um dos produtos mais completos do mercado, já que oferece links protegidos por senha e data de validade, o que intensifica a segurança. ”Os arquivos da plataforma também são criptografados a partir de  encriptação AES de 256 bits e os documentos enviados são transferidos com protocolos de segurança SSL/TLS”, concluiu. 

Concluindo…

Dessa forma, o diretor da Avant assegura que investir em uma plataforma de armazenamento de nuvem significa que uma empresa estará protegida contra diferentes possíveis perdas de dados. O ambiente corporativo contará com especialistas em segurança que irão trabalhar integralmente com o negócio, para uma progressiva melhora da área. 

Renan Fernandes ressalta ainda que esse tipo de ataque não será extinto, por isso, é importante compreender mais uma vez a necessidade de investir em sistemas que completem a segurança dos dados de uma empresa. Somente dessa forma, o problema será contido.

Website: https://www.avantservices.com.br/

Clieque para comentar

Em Alta

Sair da versão mobile