Conecte-se conosco

Notícias

PNLD aprova livro sobre cultura indígena

Aval do MEC permite que a obra seja distribuída de forma gratuita à rede pública de ensino e utilizada para fomentar debates sociais dentro das salas de aula.

Publicado

em

18/4/2024 –

Aval do MEC permite que a obra seja distribuída de forma gratuita à rede pública de ensino e utilizada para fomentar debates sociais dentro das salas de aula.

A população de estudantes no Brasil vem retomando os patamares anteriores à pandemia de Covid-19. De acordo com o Censo Escolar de 2023, divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), existem cerca de 47,3 milhões de alunos em todo o Brasil.

Além de matérias como Português, Matemática, História e afins, também é importante utilizar o espaço escolar para outras discussões. Temas como sustentabilidade, bullying, trabalho em equipe, dentre outros, também devem fazer parte do cotidiano da sala de aula.

Os professores, podem, então, contar com livros aprovados pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). Este é um programa do Ministério da Educação (Mec) que avalia e disponibiliza obras didáticas e outros materiais de apoio pedagógico às escolas públicas e outras instituições de ensino.

Um exemplo de obra aprovada pelo PNLD que aborda importantes assuntos é o livro “Descobertas de Inaiá”, escrito por Isa Colli.

Um livro, várias discussões

Um livro apoiado pelo PNLD significa dizer que a obra passou por uma criteriosa avaliação pedagógica e metodológica, realizada por especialistas habilitados para realizar tal verificação e julgamento. Isso permite que professores e educadores do ensino público acessem com mais facilidade narrativas inspiradoras.

Anderson Evangelista, gerente comercial da Colli Books Editora, destaca a importância de ter uma publicação aprovada pelo PNLD. Para ele, o fato de os alunos receberem o material gratuitamente é uma forma eficaz de democratizar o acesso às fontes de informação e cultura. 

“Outro ponto importante de ter uma obra aprovada no PNLD é a possibilidade de colaborar para fomentar a leitura entre crianças e jovens que talvez não tivessem acesso à literatura de outra forma“, destaca o gerente.

Com esse apoio, obras que discutem temas relevantes para as novas gerações se tornam mais acessíveis a professores e estudantes. “Descobertas de Inaiá”, por exemplo, traz “discussões sobre a convivência entre culturas diferentes, sobre a importância de valorizar e respeitar as tradições, as diferenças entre os povos e as crenças de cada indivíduo“, elenca Anderson.

A publicação retrata a história de uma jovem indígena chamada Inaiá, que passa a frequentar uma escola fora da aldeia. Vale destacar que a obra se passa na Floresta Amazônica, na região conhecida como médio Solimões. Trata-se de uma área com 185 aldeias e 21 etnias, incluindo os Kambeba. 

Para Evangelista, com este tipo de obra “é possível também trazer ao debate especificamente o tema das diferenças entre os povos indígenas que vivem no Brasil; além de provocar reflexões sobre a influência dos colonizadores no passado de formação sociocultural do país”

A aprovação pelo PNLD também facilita o acesso ao debate sobre a riqueza cultural de um povo, ao aquiescer uma obra que trata, por exemplo, de cerimônias religiosas, lendas, danças, costumes, gastronomia e artesanato dos povos originários brasileiros. 

O diretor comenta que a presença de rituais como o Kuarup até danças como a Acyigua e a Dança da Onça em um livro como Descobertas de Inaiá “podem ensejar debates relevantes para a sociedade”. 

Mesmo o diálogo sobre o bullying pode ser trazido para a sala de aula com ajuda desse tipo de publicação, que mostra a jovem indígena sendo rejeitada por seus colegas de turma devido a sua origem. 

Índio não, indígena

Muitas pessoas não sabem, mas há um importante debate em curso sobre como referir-se aos povos originários brasileiros. Anderson Evangelista explica que “a palavra “índio”, que ganhou força no século 16 e foi usada durante tanto tempo, carrega preconceitos, além de omitir a diversidade dos povos”.

Ele conta que a mudança para o termo “indígena” veio aos poucos, com entidades de defesa da cultura indígena,  ONGs e pesquisadores chamando atenção para essa causa. Em seguida, foram as escolas que passaram a adotar a palavra. No entanto, foi somente em janeiro de 2023 que o termo foi oficializado.

“A Funai, por exemplo, teve seu nome alterado de Fundação Nacional do Índio para Fundação Nacional dos Povos Indígenas; a data comemorativa, celebrada em 19 de abril, também passou a ser chamada de Dia dos Povos Indígenas”, finaliza o gerente.

Para mais informações, basta acessar: http://www.collibooks.com

Continuar Lendo
Anúncio
Clieque para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Aumento das recuperações judiciais leva escritório carioca para Brasília

Com recorde de inadimplência empresarial, o Brasil testemunhou aumento surpreendente no índice de recuperações judiciais em 2023, ultrapassando o patamar de 1.400 pedidos, de acordo com o indicador de Falência e Recuperação Judicial da Serasa Experian.

Publicado

em

por

Rio de Janeiro – RJ 14/6/2024 – Estamos contratando 15 novos profissionais, mantendo sempre nosso diferencial de trabalhar com uma equipe própria e especializada

Com recorde de inadimplência empresarial, o Brasil testemunhou aumento surpreendente no índice de recuperações judiciais em 2023, ultrapassando o patamar de 1.400 pedidos, de acordo com o indicador de Falência e Recuperação Judicial da Serasa Experian.

Com recorde de inadimplência empresarial, o Brasil testemunhou aumento surpreendente no índice de recuperações judiciais em 2023, ultrapassando o patamar de 1.400 pedidos, de acordo com o indicador de Falência e Recuperação Judicial da Serasa Experian.

Impulsionado por pequenas e micro empresas dos setores de comércio e serviços, o crescimento de 68% em comparação a 2022 preocupa o mercado e abre espaço para empresas especializadas na área ajudarem nos processos.

Com mais de 20 anos de mercado, a Swot Global é uma consultoria especializada em gestão de projetos de capital e está abrindo sua filial em Brasília. “Nós temos ampla experiência nestes processos e esse aumento de demanda em outros estados nos abriu os olhos para a necessidade de ampliação dos nossos negócios. Atendemos grandes empresas como Enel, Rio Galeão, Editora Abril, Heineken, Via Bahia, Farmoquímica. Além disso, atuamos como peritos e assistentes técnicos no técnicos no Sudeste, Sul e Centro-Oeste.”, explica Marcello Guimarães, sócio e fundador da empresa.

Grande parte do reconhecimento também deve-se à atuação como peritos e assistentes técnicos. Nesses casos, os profissionais são responsáveis por fornecer análises detalhadas e precisas sobre engenharia, economia, finanças e direito. Atividade essencial para fornecer um parecer técnico aos juízes e árbitros, possibilitando tomadas de decisão fundamentadas e assertivas.

Ainda de acordo com Marcello, o novo escritório será localizado na Asa Sul, com facilidade de acesso aos principais órgãos da cidade. “Estamos contratando 15 novos profissionais, mantendo sempre nosso diferencial de trabalhar com uma equipe própria e especializada”, afirma Hilton Junior, vice-presidente. 

Embora o grande volume das recuperações seja de pequenas e micro empresas, grandes nomes do cenário nacional apresentam dificuldades. 

No mercado atual, algumas empresas, conhecidas por suas estratégias persuasivas de marketing, têm sido alvo de desafios financeiros significativos. Recentemente, uma dessas organizações teve seu pedido de recuperação judicial aprovado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, enquanto outra entrou com um processo semelhante em março na mesma jurisdição. Essas situações demonstram a importância da expertise técnica em processos de reestruturação financeira, incluindo a avaliação minuciosa das finanças corporativas, a detecção de passivos não aparentes e a apresentação de planos de reestruturação abrangentes.

Website: https://www.instagram.com/swotglobal/

Continuar Lendo

Notícias

Chip2Go nomeia Ronaldinho Gaúcho embaixador e lança E-Sim

A Chip2Go, Fama, Licensing, e Assis Moreira Group Inc. assinaram um contrato global de licenciamento e parceria de longo prazo com Ronaldinho Gaúcho, um dos jogadores de futebol mais celebrados da história.

Publicado

em

por

Vitória, Espírito Santo 14/6/2024 – “Estamos animados em ter Ronaldinho Gaúcho como nosso embaixador” Sérgio Estevam, fundador e investidor da Chip2Go.

A Chip2Go, Fama, Licensing, e Assis Moreira Group Inc. assinaram um contrato global de licenciamento e parceria de longo prazo com Ronaldinho Gaúcho, um dos jogadores de futebol mais celebrados da história.

As empresas Chip2Go, Fama e Assis Moreira Group Inc anunciam uma parceria global com Ronaldinho Gaúcho. Ele será o embaixador da marca, promovendo produtos e serviços licenciados. O contrato, de valores expressivos, visa transformar o “Chip do Ronaldinho” em um portal de experiências para viajantes e fãs de futebol.

O “Chip do Ronaldinho” trata-se de um Sim-Card (chip físico) personalizado e um e-SIM global que oferece cobertura em mais de 190 países, possibilidade de concorrer a prêmios e acesso a conteúdos exclusivos. O item fornecerá cobertura extensa e benefícios adicionais, como recompensas e dicas exclusivas para viajantes.

O anúncio da parceria foi feito em junho deste ano e o serviço estará disponível para uso a partir de 5 de julho de 2024. A parceria visa aproveitar a base global de fãs e a influência de Ronaldinho para promover o mercado de telecomunicações, oferecendo um produto que combina conectividade e experiências.

Fabiano Veronezi, CEO da Fama Licensing, expressou sua empolgação: “Além da ampla cobertura, os usuários terão acesso a prêmios, dicas exclusivas e muito mais. É um licenciamento de alto impacto”.

Entre os países com cobertura estão Estados Unidos, Espanha, Itália, França, Brasil, Inglaterra, Portugal, entre outros. O produto oferece acesso à internet em alta velocidade, roaming, ligações internacionais e SMS.

“Estamos animados em ter Ronaldinho Gaúcho como nosso embaixador,” afirma Sérgio Estevam, fundador e investidor da Chip2Go. “Ronaldinho está alinhado com nosso propósito que é conectar a todos e trazer essa transformação digital e exclusiva para todos os continentes. Acreditamos que essa parceria vai nos colocar em contato com novos públicos e fortalecer nossa presença no mercado global”, afirma.

“Estou muito empolgado em fazer parte do time Chip2Go. Sempre gostei de usar a tecnologia para me conectar com meus fãs ao redor do mundo. Com certeza essa é uma grande jogada para os fãs do futebol que poderão estar sempre conectados para não perder nenhum rolê aleatório”, declara Ronaldinho Gaúcho.

Roberto de Assis, irmão e empresário de Ronaldinho, também está otimista com a parceria: “O produto terá um atendimento personalizado utilizando inteligência artificial com o uso de voz e imagem do Ronaldinho, uma experiência para os fãs da nossa marca”.

O “Chip do Ronaldinho” será lançado no dia 05 de julho de 2024 e poderá ser adquirido no portal de serviços http://www.ronaldinho.chip2go.com/

Website: https://app.dev.ronaldinho.chip2go.com.br/pt-BR/local

Website: https://app.dev.ronaldinho.chip2go.com.br/pt-BR/local

Continuar Lendo

Notícias

Bell Marques lança “100% Você”, empresa de suplementação

Rei do Carnaval lança “ChocoEnergy”, suplementação que promove bem-estar e energia

Publicado

em

por

São Paulo 14/6/2024 –

Rei do Carnaval lança “ChocoEnergy”, suplementação que promove bem-estar e energia

O cantor, compositor e multi-instrumentista Bell Marques empreende mais uma vez e lança empresa de suplementação “100% Você”. Inspirado na energia e estilo de vida saudável que o artista leva, a empresa traz como carro-chefe o produto energético: Choco Energy. O suplemento chega ao grande público em uma das maiores feiras de suplementos da América Latina, NaturalTech 2024, que acontece de 12 a 15 de junho, em São Paulo.
Além do protagonista “Choco Energy”, o estande da marca conta com a presença especial do fundador Bell Marques, junto de personalidades e influenciadores como Rafa e Pipo Marques, Bela Falcone, Mari Gonzalez e Pati Guerra.

Com sua fórmula exclusiva, “Choco Energy” possui cafeína com tecnologia microencapsulada, garantindo uma liberação gradual de energia, sem picos ou sensações de ansiedade, o que proporciona um efeito de bem-estar. Além disso, seus sabores de chocolate e baunilha tornam o produto ideal para consumir com água quente ou gelada, bem como para criar receitas.

Com baixo teor de calorias, o “Choco Energy” também oferece 10g de proteína na dose diária recomendada, promovendo não apenas energia, mas também saúde e hipertrofia muscular. Seu diferencial está na presença do Verisol, um colágeno especialmente indicado para a saúde da pele, cabelos e unhas. Além disso, o produto é zero açúcar e zero lactose, tornando-se ideal para pessoas com restrições alimentares ou que desejam reduzir o consumo de açúcar.

“A 100% Você nasceu do meu desejo de oferecer produtos que promovam saúde e bem-estar, sem comprometer o sabor. Era algo que me incomodava muito eu não conseguir tomar outros produtos disponíveis no mercado, pois o gosto não me agradava. O Choco Energy é um suplemento que proporciona energia e nutrição de forma saudável. Estamos ansiosos para compartilhar essa novidade na Naturaltech 2024”, declara Bell Marques.

A Naturaltech 2024 será uma oportunidade para os visitantes experimentarem em primeira-mão o poder e os benefícios do “Choco Energy”, bem como descobrir a gama completa de produtos oferecidos pela 100% Você.

Continuar Lendo

Em Alta

...