Conecte-se conosco

Notícias

Chatbot Facebook é a automação do Messenger que pode auxiliar negócios a venderem mais

Com o apoio da tecnologia e inteligência dos assistentes virtuais, empresas aproveitam o potencial da rede social de Mark Zuckerberg para expandir e melhorar o atendimento ao cliente.

Publicado

em

26/2/2021 –

Com o apoio da tecnologia e inteligência dos assistentes virtuais, empresas aproveitam o potencial da rede social de Mark Zuckerberg para expandir e melhorar o atendimento ao cliente.

A integração do Facebook Messenger com os bots de conversação representa mais um passo na otimização da gestão desses canais, e pode ser vantajosa para as empresas que souberem aproveitar a oportunidade de estreitar a relação com seus públicos.

Chatbot Facebook: o que é?

O chatbot Facebook é um software automatizado de mensagens, que usa inteligência artificial para conversar com as pessoas dentro da plataforma, fornecer informações, recomendar produtos e ajudar os clientes em sua jornada de compra.

Ou seja, ele é programado para entender as perguntas, fornecer respostas e executar tarefas para todos os usuários.

Isso representa uma economia de tempo acessível e amigável para os clientes, visto que no lugar de abrir um aplicativo, carregar uma página da web ou, até mesmo, fazer uma ligação telefônica, eles podem simplesmente digitar suas mensagens e obter respostas como se estivessem conversando com alguém real.

A aplicação da inteligência artificial faz toda a diferença em um chatbot Facebook

O chatbot Facebook que utiliza inteligência artificial é totalmente capaz de entender questionamentos mais complexos. Isso porque ele contém algoritmos apropriados, classificadores de texto e Processamento de Linguagem Natural (PLN), que decifram o que o usuário está tentando dizer e sua verdadeira intenção.

Isso significa que ele aprende o modo como as pessoas reais se expressam, ao invés de responder apenas sob um conjunto de comandos pré-definidos. Além de ser benéfico, esse é um fator determinante para oferecer uma experiência mais humanizada no atendimento.

Benefícios que o chatbot Facebook pode entregar às organizações

Os bots deram um novo contexto para o atendimento ao cliente, impulsionando melhores serviços, nos quais o público é atendido e assistido 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Personagens simpáticos

O chatbot Facebook vai sempre tratar o cliente da melhor forma possível, mesmo se o usuário estiver dialogando com entonação perceptivelmente estressada.

Suporte

O processo de suporte está incluso neste atendimento e também pode ser melhorado com a ajuda do chatbot Facebook. Os bots podem ser programados para dar respostas automáticas e imediatas às perguntas repetitivas, assim como para encaminhar a solicitação ao atendimento real, quando uma ação mais complexa é necessária.

Engajamento

Uma empresa com forte engajamento, tem chances maiores de aumentar suas vendas. E gerar essas interações é um dos principais objetivos do chatbot Facebook.

Os bots podem usar conteúdo visual, como vídeos e imagens, para manter o público interessado. Por exemplo: o assistente virtual de um restaurante usa o histórico de pedidos do cliente para fazer sugestões, saber seus detalhes de endereço para entrega e muito mais.

4] Geração de leads

O chatbot Facebook armazena as informações do consumidor, como localização, faixa etária, sexo, entre outros dados, em um histórico. Essa habilidade o torna capaz de enviar mensagens personalizadas, que auxiliam os consumidores com conteúdos relevantes ao longo da jornada de compra.

Ou seja, garante que o fluxo e a frequência esteja na direção certa para obter taxas de conversão mais altas, dando as respostas necessárias e importantes, persuadindo o usuário e, por vezes, gerando um lead.

5] Feedback

O chatbot Facebook é uma ferramenta para coletar o feedback dos clientes.

Através de uma pesquisa de mercado com perguntas simples, é fácil analisar as respostas e promover melhorias em produtos ou serviços e, até mesmo, otimizar um site ajustando as páginas de baixa conversão.

6] Agendamentos e reservas

Como muitas pessoas passam a maior parte do tempo navegando no Facebook, o chatbot pode ser usado para automatizar tarefas comuns. Entre elas, organizar reuniões, agendar visitas ou fazer reservas, por exemplo.

7] Aumento das vendas

O chatbot Facebook pode fornecer assistência em tempo real durante as compras, tal qual ocorreria em uma loja física.

Com uma comunicação interativa, o bot faz perguntas para entender o problema, e pode apresentar aos clientes páginas de produtos, cupons de desconto, e quaisquer outras estratégias disponíveis para conversão.

Exemplos de chatbot Facebook de sucesso

O Bradesco conta com um chatbot, dotado de inteligência artificial e PLN, pela InBot – uma startup do segmento – para aperfeiçoar o relacionamento com o cliente, através do canal de atendimento no Facebook Messenger.

Outra solução bem sucedida construída pela empresa foi a Nat da Natura, hoje desativada. Através da integração com comércio eletrônico e catálogo de produtos, a assistente virtual prestava auxílio na escolha do melhor presente, baseada nas preferências e perfis dos clientes.

Website: https://www.inbot.com.br/

Continuar Lendo
Anúncio
Clieque para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Debate aborda formas de combater o trabalho escravo

O encontro é iniciativa do Grupo de Trabalho (GT) do Coexistir, que reúne mais de 100 participantes de 40 empresas de vários segmentos, além do varejo de alimentos, e faz parte do Acordo de Cooperação Técnica com a Superintendência Regional do Trabalho.

Publicado

em

por

Sao Paulo, SP 12/4/2024 –

O encontro é iniciativa do Grupo de Trabalho (GT) do Coexistir, que reúne mais de 100 participantes de 40 empresas de vários segmentos, além do varejo de alimentos, e faz parte do Acordo de Cooperação Técnica com a Superintendência Regional do Trabalho.

O Sincovaga-SP (Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios do Estado de São Paulo), que representa mais de 35 mil empresas do segmento, realizará no dia 17/04, quarta-feira, das 9h às 11h30, um encontro para debater o tema “Não ao trabalho escravo – Construindo pontes para o trabalho digno”, no auditório da sede da entidade (R. 24 de Maio, nº 35, 16º andar, Centro, São Paulo/SP.).

O encontro é iniciativa do Grupo de Trabalho (GT) do Coexistir, que reúne mais de 100 participantes de 40 empresas de vários segmentos, além do varejo de alimentos, e faz parte do Acordo de Cooperação Técnica com a Superintendência Regional do Trabalho de São Paulo.

Os especialistas convidados são

– Evandro Afonso de Mesquita – Auditor Fiscal do Trabalho;

– Paulo Roberto Warlet da Silva – Auditor Fiscal do Trabalho;

– Luís Gustavo Ponciano Pereira – Chefe da Seção de Operações na Superintendência Regional da Polícia Rodoviária Federal em São Paulo.

Serviço

Debate: “Não ao trabalho escravo – Construindo pontes para o trabalho digno”

Data: 17/04, quarta-feira, das 9h às 11h30

Local: Sincovaga-SP (Rua 24 de Maio, nº 35, Sala 1.616, República, São Paulo/SP.)

Inscrições gratuitas: Até o dia 15/04, clicando aqui.

_______________________________________________________________

Website: https://www.sincovaga.com.br

Continuar Lendo

Notícias

Brasileiro mira no mercado de cibersegurança nos EUA

A empresa Barroso Security Dynamics será conduzida pelo especialista Fábio Costa Barroso e se concentrará em fornecer soluções avançadas para proteger empresas, indivíduos e entidades governamentais

Publicado

em

por

Vespasiano, MG 12/4/2024 – Na era digital, proteger informações sensíveis é primordial para preservar a integridade de espaços privados e comerciais

A empresa Barroso Security Dynamics será conduzida pelo especialista Fábio Costa Barroso e se concentrará em fornecer soluções avançadas para proteger empresas, indivíduos e entidades governamentais

A segurança cibernética é um assunto que vem sendo tema de discussões em nível mundial. Conforme dados de um relatório da Trend Micro, empresa de segurança de dados, os Estados Unidos foram o país que mais sofreram com ataques cibernéticos em 2023. Para se ter uma ideia, o tipo mais comum de crime cibernético relatado ao Centro de Reclamações de Crimes na Internet do país foi o phishing e spoofing, afetando aproximadamente 298 mil pessoas. Além disso, mais de 55 mil casos de violações de dados pessoais foram relatados ao IC3 durante o ano passado.

Com o advento da internet, pessoas físicas, empresas e sistemas governamentais estão sujeitos a esse tipo de crime. Dentre as complicações que um ataque cibernético pode causar estão comprometer a privacidade de dados e documentos, deixar sistemas fora do ar e restringir controle de dispositivos, como câmeras de segurança de residências, por exemplo.

Para o advogado e policial militar Fábio Costa Barroso, a digitalização é uma das grandes responsáveis pelo aumento de ameaças digitais e a prevalência de roubos, tanto físicos quanto cibernéticos, exige atenção imediata. “Na era digital, proteger informações sensíveis é primordial para preservar a integridade de espaços privados e comerciais”, explica ele, que atua na área há mais de 15 anos.

Pensando nisso, Barroso decidiu investir no mercado norte-americano de cibersegurança e comandará a Barroso Security Dynamics. A empresa, que ficará localizada em Orlando, na Flórida, se concentrará em fornecer soluções tanto para segurança cibernética quanto física para empresas, indivíduos e entidades governamentais. “Reconheço a necessidade crítica de medidas de segurança avançadas, por isso trabalharei com uma abordagem integrada para antecipar futuras necessidades de segurança, estabelecendo assim um novo padrão em serviços de segurança privada”, determina o profissional.

De acordo com Barroso, as operações de segurança da organização estão alinhadas com iniciativas nacionais de cibersegurança, como a Ordem Executiva 14028, que se concentra na redução do crime e na prosperidade econômica dos Estados Unidos, visando áreas carentes do país. “Por meio dessas iniciativas, pretendo atender às demandas de segurança atuais e me posicionar como um jogador-chave na formação de uma sociedade mais segura nos Estados Unidos”, finaliza.

Sobre o profissional:

Fábio Costa Barroso é bacharel em Direito pela Universidade Novos Horizontes, em Minas Gerais, e possui pós-graduação em Direito aplicado à Segurança Pública. Ao longo de sua carreira, dedicou mais de 15 anos à Polícia Militar de Minas Gerais. 

Website: https://premiumgmp.com/

Continuar Lendo

Notícias

Busca pela aparência movimenta mercado da estética

Uma pesquisa da ISAPS apontou que procedimentos cirúrgicos e não cirúrgicos tiveram aumento de 19,3%

Publicado

em

por

Belo Horizonte 12/4/2024 – a busca por tratamentos modernos e não-evasivos reflete a mudança de paradigma por resultados estéticos e métodos minimamente invasivos

Uma pesquisa da ISAPS apontou que procedimentos cirúrgicos e não cirúrgicos tiveram aumento de 19,3%

Uma pesquisa feita pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética – International Society of Aesthetic Plastic Surgery (ISAPS), divulgou resultados sobre procedimentos estéticos/cosméticos, apontando um aumento geral de 19,3 % nos procedimentos feitos por cirurgiões plásticos em 2021, com mais de 12,8 milhões de métodos cirúrgicos e 17,5 milhões não cirúrgicos realizados no planeta. Ainda de acordo com a pesquisa, os cinco procedimentos mais comuns no mundo continuam sendo a lipoaspiração, o aumento dos seios, a cirurgia de pálpebras, a rinoplastia e a abdominoplastia. Já os não cirúrgicos são a toxina botulínica, o ácido hialurônico, a depilação, o lifting facial e a redução de gordura.

No Brasil, segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), só em 2023 mais de 2 milhões de procedimentos foram realizados pela população brasileira, sendo que a lipoaspiração seguida das próteses mamárias foram os procedimentos mais procurados pelos pacientes.

No panorama da estética, de acordo com Simone Barros, fisioterapeuta dermatofuncional, fundadora da Clínica Simone Barros, em Belo Horizonte, “a busca por tratamentos modernos e não-evasivos reflete a mudança de paradigma por resultados estéticos e métodos minimamente invasivos”. E complementa dizendo que “essa direção reflete não apenas uma mudança nas expectativas do paciente, mas também uma valorização da individualidade”. 

Simone diz que, “na Clínica Simone Barros, nos últimos dois anos, os procedimentos mais procurados pelos pacientes incluem criolipólise, endolaser, ultraformer, radiofrequência, lavien, morpheus, depilação e laser”.

Clínica Simone Barros

Fundada em Belo Horizonte (MG), a Clínica Simone Barros presta serviços de estética e tem parcerias com médicos dermatologistas e nutricionistas. A clínica valoriza a saúde e o relacionamento com o paciente, além da estética. Cada caso é avaliado e tratado individualmente e o objetivo é superar as expectativas dos clientes.

Continuar Lendo

Em Alta

...