Conecte-se conosco

Notícias

Especialistas alertam empreendedores para os desafios de 2021

Especialistas em contabilidade alertam que pandemia ainda não acabou e que desafios de 2021 exigirão gestão estratégica e foco para serem superados

Publicado

em

São Paulo – SP 28/1/2021 –

Especialistas em contabilidade alertam que pandemia ainda não acabou e que desafios de 2021 exigirão gestão estratégica e foco para serem superados

Não restam dúvidas de que as pessoas estão mais esperançosas para o ano de 2021, quando analisados os desafios que foram vividos em 2020. Com as primeiras doses da vacina contra o coronavírus já sendo aplicadas no mundo todo, e mesmo sabendo que não haverá doses o suficiente para todo o planeta no ano que vem, a animação em relação à vida e à economia em 2021 está em alta.

No entanto, é importante que os empresários, especialmente aqueles de pequenos comércios, varejistas e prestadores de serviços, não percam o foco do controle de gestão. Afinal, mesmo com motivos para ser otimista, o ano de 2021 apresentará uma série de desafios para todas as empresas. É o que alerta Renato Ramos, sócio-diretor da RR Soluções em Contabilidade e Finanças .

“Sem dúvidas, existem motivos para otimismo em 2021, no entanto, é importante ter em mente que será um ano particularmente desafiador no primeiro semestre. Além disso, nenhum crescimento existe no automático. Será necessário muito foco e gestão estratégica para superar desafio após desafio e conseguir colher os possíveis benefícios”, comenta o especialista.

O primeiro desses desafios tem a ver com a gestão de caixa e estoque para as empresas, especialmente as de pequeno porte. Afinal, 2020 termina com demanda reprimida pelo aumento da inflação.

“2020 se encaminha para concluir com um pouco de demanda reprimida. Em 2021, a situação começará um pouco pior, pois naturalmente há menos demanda no início do ano. As pessoas ainda precisam pagar compras parceladas no Natal, além do IPVA e IPTU. É sempre um período mais complicado. E ainda existe um agravante: o fim do auxílio emergencial em janeiro”, esclarece Ramos.

No entanto, isso não significa que não existam soluções. O empreendedor tem à sua disposição, de acordo com o especialista, algumas opções para poder superar os desafios.

“O principal foco, nesse começo de ano, deve ser gerar caixa. Isso ajudará a ter as condições necessárias para enfrentar os primeiros meses mais complicados e depois se estabilizar para um aquecimento da atividade pós-Carnaval”, explica.

Existem três principais ferramentas para gerar caixa no começo do ano, de acordo com o sócio-diretor da RR Soluções: o Pix, estoque que sobrou de 2020 e redução de custos.

“O pequeno empreendedor, especialmente, deve atuar com as três ferramentas de forma estratégica. Não dá para pensar apenas em uma sem considerar a outra. O estoque que sobrou de 2020 pode ser o combustível para queimar no começo do ano. O foco deve ser gerar caixa, mesmo que isso signifique uma margem de lucro um pouco menor. Se possível, é interessante incentivar o pagamento via Pix, pois o dinheiro é imediato, ao contrário do pagamento via cartão de crédito, pelo qual o recebimento é futuro. Com dinheiro em caixa, será mais fácil negociar condições melhores com os fornecedores. Afinal, eles também precisam de dinheiro na mão. Portanto, a possibilidade de pagar à vista também ajudará nessa economia”, comenta Ramos.

Para o sócio-fundador da RR Soluções, a chave para superar 2021 será a redução de custos. “O ano que vem será para seguir voando com baixo peso. Se tudo der certo com as vacinas, a necessidade de lockdown será menor, as pessoas vão ficar menos doentes e a atividade econômica poderá se recuperar. Quem tiver menos custos, poderá pegar maior velocidade nesse movimento e sair na frente da concorrência”, revela.

Na tarefa de reduzir custos, a chave para 2021 será a contabilidade. “Sem dúvidas. Não dá para cortar na capacidade produtiva, demitindo gente. Isso é prejudicar as próprias condições de recuperação. A redução de gastos deve ser feita de modo estratégico e inteligente, sem diminuir a capacidade da empresa de fazer caixa”, pondera o especialista.

De acordo com Ramos, uma das principais tendências para redução de custos é o BPO Financeiro e uma gestão tributária inteligente. O primeiro consiste na contratação de um serviço externo para cuidar das obrigações financeiras do negócio. Isso libera a empresa para focar na prospecção de clientes e na produção dos seus produtos ou serviços.

“Esse recurso é especialmente útil para o pequeno empresário ou prestador de serviço. Isso porque, para eles, tempo é quase que literalmente dinheiro. Gastar uma ou duas horas por semana para tentar lidar com a parte financeira é deixar de trabalhar no seu faturamento por uma ou duas horas. Se cada hora de trabalho para ele vale, em média, R$200,00, perder 2 horas por semana equivale a R$1.600,00 no mês. Para o pequeno comerciante ou prestador de serviço, é uma renda que faz a diferença entre fechar o mês no vermelho ou não”, revela.

Certamente 2021 ainda será um ano de muitos desafios para todos os empresários e trabalhadores. No entanto, será também um ano de recuperação. “Com certeza. Ninguém disse que vai ser fácil lidar com isso, mas será possível. Basta ter foco, gestão estratégica e se dedicar na redução de custos positiva para ganhar margem de manobra. Uma vez superado o quadrimestre, a expectativa é que o ano comece a deslanchar e a empresa, estando mais enxuta, possa pegar velocidade e traçar voos mais altos”, conclui Ramos.

Website: https://consultoriarr.com.br/

Continuar Lendo
Anúncio

Notícias

Alta no aluguel faz empresas reduzirem espaços físicos

Aumento do preço, impulsionado pelo trabalho presencial, exige otimização de espaço

Publicado

em

por

São Paulo 15/7/2024 –

Aumento do preço, impulsionado pelo trabalho presencial, exige otimização de espaço

O valor dos aluguéis comerciais sobe no Brasil e segundo o Índice FipeZAP, que analisa o preço de locação de imóveis comerciais e residenciais no país, em abril de 2024, o preço de locação de salas e conjuntos comerciais de até 200 m2 subiu 1,11% em comparação ao mês anterior, maior aumento mensal desde novembro de 2013. No mesmo período, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do IBGE subiu 0,38% e o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) da FGV teve uma elevação de 0,31%.
No acumulado de 12 meses, de maio de 2023 a abril deste ano, a valorização acumulada do preço do aluguel de prédios comerciais foi de 7,69%, o que indica a manutenção da tendência de aumento no custo, já que no acumulado de 2023 a valorização dos preços de locação foi de 5,87%, maior resultado anual do indicador desde o início da série histórica em 2013.
A elevação dos valores é impulsionada pelo retorno ao trabalho presencial. Segundo a 27ª edição do Índice de Confiança, pesquisa da consultoria de Recursos Humanos, Robert Half, 35% das empresas no Brasil exigem a presença diária dos funcionários nos escritórios. E o modelo híbrido, com dias presenciais pré-definidos pela empresa, é adotado por 43% das organizações.
Além de liberar espaços, cada vez mais caros e acima dos principais índices usados para a correção dos valores de locação de imóveis, ao fazer a guarda de documentos físicos com uma empresa especializada também é possível aumentar a sua segurança. As soluções de armazenamento externo de documentos não se limitam a um serviço de alocação de espaço. “A guarda também inclui um sistema de indexação de documentos, que permite rastrear e gerenciar o inventário de registros físicos”, explica Inon Neves, vice-presidente sênior da Access Brasil.

Segurança na guarda de documentos

As empresas de guarda devem seguir as normas do Conselho Nacional de Arquivos (CONARQ), que integra o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos. “Essas normas determinam que todos os documentos devem ser armazenados em locais com condições ambientais apropriadas às suas necessidades de preservação, pelo prazo estabelecido em tabela de temporalidade e destinação”, completa Neves.
A localização do depósito de arquivo deve ser de fácil acesso e ter medidas de segurança contra perigos iminentes, evitando-se, por exemplo: áreas de risco de vendavais e outras intempéries, e de inundações, como margens de rios e subsolos; áreas de risco de incêndios, próximos a postos de combustíveis, depósitos e distribuidoras de gases, e construções irregulares; áreas próximas a indústrias pesadas com altos índices de poluição atmosférica, como refinarias de petróleo; áreas próximas a instalações estratégicas, como indústrias e depósitos de munições, de material bélico e aeroportos.

“Ter as informações armazenadas em local seguro, regulamentado pelas normas nacionais e internacionais de segurança de dados, provido de toda infraestrutura necessária para o armazenamento, garante a integridade das informações e as mantêm livres de ameaças como incêndios, campo eletromagnético, furto, roubo, acesso indevido, gases corrosivos, fumaça, poeira, umidade excessiva”, explica Neves.

Os registros relativos aos documentos também são incorporados a um sistema de informações, como um banco de dados, e os sistemas de recuperação devem ser amplamente compatíveis. Segundo Neves, “um sistema de indexação centralizado ajuda a encontrar um documento com mais agilidade e permite elaborar uma tabela de temporalidade e identificar o ciclo de vida. Isso facilita para que os responsáveis por cada área saibam exatamente quais documentos estão arquivados”.
A manutenção da conformidade e o controle sobre a segurança da informação também é importante para estar em compliance com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGDP), que criou regras sobre a retenção dos dados, incluindo a manutenção das informações apenas enquanto forem necessárias.

Website: https://www.accesscorp.com/pt-br/

Continuar Lendo

Notícias

MPD inicia obras do Trinity: residencial em São Paulo

Localizado em uma região de alta valorização, o empreendimento na Vila Clementino apresenta opções de residenciais e studios, pensados para moradores e investidores, no quadrilátero da saúde

Publicado

em

por

São Paulo, SP 15/7/2024 –

Localizado em uma região de alta valorização, o empreendimento na Vila Clementino apresenta opções de residenciais e studios, pensados para moradores e investidores, no quadrilátero da saúde

A MPD Engenharia, construtora e incorporadora com mais de 40 anos de atuação nos mercados de alto e médio padrão, anuncia o início das obras de mais um empreendimento em São Paulo, o Trinity Vila Clementino, atualmente a 6ª construção residencial da empresa na cidade. O edifício será localizado na esquina das ruas Borges Lagoa e Otonis, a 200 metros da estação Hospital São Paulo, próximo ao Parque Ibirapuera, universidades e shoppings. Realizado em parceria com a Helbor, o projeto iniciou as obras em maio e tem previsão de entrega para 2026.

A escolha desta região reafirma o compromisso da empresa em expandir sua atuação na capital, focando em um mercado em expansão, uma vez que de acordo com um levantamento realizado em abril pela Loft, a Vila Clementino apresentou uma significativa alta de valorização e está entre os dez bairros que apresentaram maior percentual desde janeiro de 2024, com um aumento de 10,84%. Planejado para públicos com diferentes desejos e anseios, como moradores ou investidores, o empreendimento oferecerá opções para residência e studio.

Home – A versão residencial, contará com duas opções de planta: as de 61m² terão dois quartos, incluindo uma suíte, enquanto as unidades de 81m², apresentarão três quartos, com duas suítes, além de oferecerem previsão para instalação de churrasqueira a carvão.

Em suas áreas comuns, esta opção contará com piscina adulto e infantil descoberta, brinquedoteca, sauna seca, academia, espaço gamer, playground, salão de festas, churrasqueira, beauty center, espaço gourmet, sala de massagem, bicicletário, espaço delivery e lavanderia.

Smart – Já os studios apresentam seis opções de plantas, variando entre 26m² a 31m². Para as áreas comuns, serão incluídas piscina adulta descoberta, academia, churrasqueira, espaço gourmet, lavanderia e espaço delivery, alinhadas com as comodidades e necessidades do público já conhecido e mapeado pela companhia.

O Trinity foi lançado no chamado quadrilátero da saúde, composto por unidades de referência como Hospital São Paulo, Servidor Público Estadual e Edmundo Vasconcellos e inúmeras clínicas mantidas pela Universidade Federal de São Paulo no bairro. Além disso, fica a 6 minutos de bicicleta do Parque Ibirapuera, a 3 minutos a pé da estação de metrô Hospital São Paulo e a 1 km do corredor Norte-Sul, principal ligação viária da cidade a vários bairros de São Paulo e ligações rodoviárias.

Website: https://www.mpd.com.br/

Continuar Lendo

Notícias

MSS Experience: Evento de milhas e viagens aterriza em SP

Mestres e entusiastas do segmento realizam encontro para aprofundar sobre o mercado das milhas e viagens

Publicado

em

por

São Paulo, SP 15/7/2024 – O encontro tem como premissa ser um lugar onde as viagens se cruzam com o conhecimento de especialistas renomados.

Mestres e entusiastas do segmento realizam encontro para aprofundar sobre o mercado das milhas e viagens

Os indicadores de dados da Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF) mostram que, de 2022 para 2023, houve um aumento de 11% nas milhas resgatadas em programas de fidelidade no Brasil. O crescimento em especial se dá, segundo André Coelho, coordenador de projeto da FGV (Fundação Getulio Vargas), devido aos influenciadores que compartilham seu conhecimento de milhas e viagens na internet, despertando curiosidade e interesse em quem deseja transformar seus gastos em passagens.

Foi pensando nisso que Túlio Faria e Rafaela Molás, especialistas e influenciadores da área, criaram o MSS Experience (Milhas Sem Segredo Experience). Um dos maiores eventos de milhas e viagens do Brasil acontece nos dias 7 e 8 de setembro no Blue Tree Transatlântico Convention Center, em São Paulo. O encontro tem como objetivo aprofundar o conhecimento sobre milhas e emissões de passagens aéreas.

Túlio Faria, especialista que já movimentou mais de 40 milhões de milhas e desbravou 14 países, e Rafaela Molás, referência feminina no universo das milhas segundo o Prêmio Passageiro de Primeira, que já visitou 35 países com estilo e economia, são os pilotos centrais dessa viagem. Junto com outros especialistas no assunto, eles guiarão os participantes por um roteiro que engloba as últimas tendências e as melhores estratégias para aqueles que desejam aproveitar ao máximo o potencial desse mercado em ascensão. 

O mercado de milhas cresce exponencialmente ano a ano

Ainda a ABEMF, os consumidores desses programas resgataram R$ 509,4 bilhões em pontos e milhas em 2022, 61,8% acima do registrado em 2021, sendo 85% convertidos em passagens aéreas. “Por isso, no MSS Experience, serão apresentadas técnicas avançadas para emitir passagens fora da curva, realizar viagens de luxo a preços acessíveis ou quase de graça”, afirma Rafaela Molás.

O anfitrião do evento conta que novas estratégias do mercado de milhas serão reveladas durante o encontro. “Os participantes irão desvendar mais horizontes e transcender seus limites com experiências únicas e transformadoras que os levarão ao próximo patamar nas suas viagens”, pontua Túlio Faria.

“Chique sim, caro JAMAIS!”

Rafaela enfatiza que: “nosso objetivo principal é ajudar as pessoas a viajarem mais e melhor, com experiências incríveis e gastando menos”. A influenciadora e empresária que utiliza o jargão “chique sim, caro jamais”, conta hoje com mais de 430 mil seguidores no Instagram.

Os anfitriões do evento, juntos, criaram o Milhas Sem Segredo, uma plataforma de treinamento que já ensinou sobre o mercado de milhas e viagens para mais de 18 mil alunos em todo o Brasil. A primeira edição do MSS Experience aconteceu em 2023 e contou com mais de 300 participantes. Neste ano, a ideia é expandir ainda mais a disseminação de informações sobre milhas e viagens e, segundo Túlio, “fornecer uma experiência inesquecível para aqueles que já são apaixonados por esse universo e buscam se aprofundar ainda mais”.

 

Website: https://milhassemsegredo.com.br/mss-experience/

Continuar Lendo

Em Alta

...