Conecte-se conosco

Poços de Caldas

Programa de Educação Ambiental da CBA premia projetos escolares de Poços de Caldas e região

Encerramento do Curso de Atualização em Educação Ambiental contou com apresentação de nove iniciativas. Em 21 anos de história, mais de 1.200 educadores já participaram do programa

Publicado

em

Educadores, gestores escolares e professores de nove escolas públicas de Poços de Caldas, Caldas e Divinolândia participaram da Culminância do Curso de Atualização em Educação Ambiental. A iniciativa compõe as ações do Programa de Educação Ambiental (PEA), da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), que tem o objetivo de fomentar a conscientização para conservação ambiental junto às comunidades.

Em parceria com a Ekoa, o tema do Curso de Atualização em Educação Ambiental de 2022 foi: “A retomada das aulas presenciais: a educação ambiental como ferramenta de integração”. Ao longo do ano, os professores desenvolveram projetos ambientais em suas escolas, com base nos conteúdos abordados.

A secretária Municipal de Educação de Poços de Caldas, Maria Helena Braga, reforça a necessidade de trabalhar a educação ambiental com crianças e adolescentes. “Elas aprendem na escola e levam o conhecimento e a experiência em sala de aula para dentro de casa, para seus familiares e amigos. Foi muito gratificante acompanhar a apresentação de iniciativas tão importantes em nossas escolas. Todos os projetos apresentados foram desenvolvidos com excelência”, ressalta.

No evento de encerramento, realizado na Unidade da CBA em Poços de Caldas, foram destacados os resultados de nove projetos educativos, avaliados por uma banca julgadora. As três principais iniciativas foram reconhecidas.

Em primeiro lugar, foi eleito o projeto “Pequenos Empreendedores”, proposto pela professora Quézia Pires Domingos Oliva, da Escola Municipal João Pinheiro, de Poços de Caldas. O objetivo do projeto foi orientar as crianças sobre noções de negócios e organização e como cuidar das finanças desde cedo.

Foto: Divulgação

“Para a realização da formatura dos nossos alunos, incentivamos o empreendedorismo para arrecadação de recursos financeiros. Eles tiveram uma experiência incrível, porque, além de aprenderem os cálculos, conheceram o funcionamento da reciclagem e o procedimento de formação e manutenção de uma horta. Fiquei muito feliz com o prêmio, pois reforça que estamos no caminho certo e ensinando temas importantes para nossos pequenos, que têm entre 10 e 11 anos”, comemora Quézia.

Foto: Divulgação

O projeto “Meio Ambiente: Repensando o Consumo – A escolha é sua!”, apresentado pelas professoras Edivânia Cristina Dias e Rosana Rosseto, da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) José Pereira da Silva, de Divinolândia, ficou em segundo lugar. A iniciativa também contou com a participação das professoras Adriana Bertolini, Daniela Faria e Natany Silva. O projeto reforça a importância do meio ambiente e a interferência humana, assim como contribui para a convivência com o meio ambiente, protegendo, conservando e garantindo condições de um futuro desejado por todos.

Foto: Divulgação

A terceira colocação ficou com o projeto “Reciclar Reutilizando”, que levou o aluno a repensar o próprio consumo, reduzir o que é consumido, reutilizar objetos, reciclar materiais e recusar produtos que sejam prejudiciais ao meio ambiente ou explorem o trabalho humano. A iniciativa foi apresentada pela professora Maria Helena de Lima, da Escola Municipal Wilson Hedy Molinari, de Poços de Caldas.

O gerente da Unidade de mineração da CBA em Poços de Caldas, Alexis Dias de Souza, enaltece a importância do curso e o envolvimento dos professores, alunos e comunidades escolares nos projetos deste ano.

“O Curso de Educação Ambiental já se consolidou como referência na capacitação e formação de educadores como agentes multiplicadores da conscientização ambiental. O programa ofereceu novas possibilidades de trabalhar a educação ambiental em um contexto de interdisciplinaridade, tornando o retorno das aulas presenciais mais atrativo e lúdico. Ficamos imensamente satisfeitos com o empenho dos professores e a mobilização das comunidades escolares nas iniciativas propostas”, pontua.

Programa de Educação Ambiental – PEA

Desenvolvido há 21 anos pela CBA, o PEA é uma iniciativa que tem o objetivo de disseminar a viabilidade ambiental da atividade minerária, por meio do conhecimento sobre o meio ambiente, além de ajudar na sua preservação, na sua utilização sustentável e na busca de valores que conduzam a uma convivência harmoniosa com o ambiente e demais espécies que habitam o planeta.

Desde o início de sua atuação, a iniciativa já contou com a participação de mais de 145 mil pessoas em Minas Gerais, onde a Companhia possui operações de lavra de bauxita.

Sobre a CBA

Desde 1955, a CBA – Companhia Brasileira de Alumínio – atua de forma integrada, da mineração ao produto final. Com capacidade de gerar 100% da energia consumida através de fontes renováveis, a CBA fornece soluções sustentáveis para os mercados de embalagens, transportes, automotivo, construção civil e bens de consumo, além de ser líder em reciclagem de sucata industrial de alumínio. Com a abertura de capital em 2021 (CBAV3), foi a primeira Companhia no segmento a ter ações negociadas na B3. Com receita líquida de R$ 8,4 bilhões em 2021 e R$ 1,5 bilhão de EBTDA ajustado no período, a CBA tem o compromisso de garantir a oferta de alumínio de baixo carbono em parceira com os stakeholders, desenvolvendo as comunidades em que está inserida e promovendo a conservação da biodiversidade. Quer saber mais? Acesse www.cba.com.br.

 

Por | Josiane Souza – Ideia Comunicação

Poços de Caldas

Genes Recessivos é atração do ‘Dia do Rock’ no Festival de Inverno neste sábado

Show no Parque Municipal é pautado em grandes hits do rock’n roll.

Publicado

em

Genes Recessivos / Foto: Divulgação

Neste sábado, 13 de julho, a banda Genes Recessivos se apresenta no Festival de Inverno de Poços de Caldas, com um show que integra a programação especial do ‘Dia do Rock’. A apresentação está marcada para às 20h30, no Parque Municipal Antônio Molinari, com entrada gratuita, marcando o início das atividades do festival que se estende até o dia 28 deste mês.

Neste show, a banda contempla um panorama da história mundial do gênero, promovendo difusão deste estilo e explorando diferentes vertentes. A banda promete um show explosivo, com muita energia, trazendo uma seleção de músicas dos gêneros do rock, pop e indie rock, passeando por várias décadas desde os anos 60 até sons mais contemporâneos. Genes Recessivos é conhecida por um repertório minucioso e apresentações únicas, que contam com momentos solos instrumentais e também incluem muitos medleys, em que os integrantes misturam diversas músicas e referências numa única sequência, marcando a originalidade da banda que tem mais de 20 anos de história.

Genes Recessivos / Foto: Divulgação

Genes Recessivos é formada por Gil Alves Vilela (guitarra e vocais), Guilherme Rampazzo ‘Alemão’ (contrabaixo e vocais), João Paulo Oliani ‘Fubá’ (vocais e guitarra) e Vinícius Soares Camargos (bateria e vocais), e este show tem produção de Chiara Carvalho / Carvalho Agência Cultural.

A programação do ‘Dia do Rock no Festival de Inverno’ conta com outros shows que acontecem ao longo do dia no Parque Municipal Antônio Molinari. Confira:

14h30 I Triozão Rock Elétrico

16h I Maverick Laurah

17h30 I The Morning View

19h I Banda Climatic

20h30 I Genes Recessivos

*entrada gratuita 

 

Para saber mais acompanhe as redes sociais @genesrecessivos e @carvalhoagenciacultural.

 

SERVIÇO

Genes Recessivos – Festival de Inverno de Poços de Caldas

Data: sábado, 13 de julho de 2024

Horário: 20h30

Local: Parque Municipal Antônio Molinari (Rua Senador Salgado Filho, s/n – Country Club)

 

Por | Chiara Carvalho – Carvalho Agência Cultural

Continuar Lendo

Poços de Caldas

ANEEL divulga início das entrevistas com os consumidores para o Prêmio IASC

Pesquisa é realizada desde 2000 e busca a opinião dos consumidores sobre as distribuidoras de energia elétrica.

Publicado

em

Foto: Divulgação DMEPC

Foi divulgado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), o início da etapa de campo da 25ª pesquisa para apuração do Índice ANEEL de Satisfação do Consumidor – IASC 2024, cujo objetivo é avaliar, a partir da percepção do consumidor residencial, o grau de satisfação em relação ao serviço público de energia elétrica.

A empresa Qualitest Inteligência em Pesquisa é a responsável pelo trabalho, previsto para ser realizado no período de 05 de julho a 18 de outubro de 2024. A empresa aplicará questionários nos municípios sorteados, como é o caso de Poços de Caldas.

A pesquisa consiste em entrevistas individuais, realizadas pessoalmente, através de um questionário estruturado pela ANEEL. Cada entrevistador possui o documento “Nota de esclarecimento aos consumidores”, para apresentação aos entrevistados, o qual inclui a motivação da pesquisa e os contatos, para que os consumidores residenciais possam checar os dados do entrevistador. Lembrando que para esclarecer eventuais dúvidas, o consumidor pode entrar em contato pelo telefone 167 da ANEEL.

O Prêmio IASC visa destacar as distribuidoras mais eficientes, estimulando a melhoria contínua dos serviços. As empresas vencedoras recebem um troféu, um certificado e um selo de qualidade, o qual pode ser usado no material de divulgação. A DME Distribuição já foi reconhecida e premiada em edições anteriores.

 

Por | Assessoria de Comunicação – DME Poços de Caldas

Continuar Lendo

Poços de Caldas

DME Distribuição realiza plantio de mudas em área de preservação permanente na Barragem do Cipó

Entre os meses de janeiro e fevereiro deste ano, foi realizado o plantio de 7.500 mudas de espécies nativas.

Publicado

em

Foto: Divulgação DME

Foto: Divulgação DME

Foto: Divulgação DME

Em cumprimento à condicionante ambiental, prevista na Licença de Operação da Barragem Lindolpho Pio da Silva Dias (Cipó), foi apresentado o Projeto Técnico de Reconstituição da Flora (PTRF), visando a recuperação ambiental de 42,09 hectares de Área de Preservação Permanente (APP). Desta forma, a DME Distribuição realizou a contratação de empresa para a prestação de serviços de plantio e manutenção de espécies nativas, sendo programado o plantio de 15.000 mudas ao longo deste ano.

“Até o momento, a primeira etapa do projeto foi concluída, com o plantio de 7.500 mudas. A empresa contratada está realizando agora, a manutenção, para garantir o pleno desenvolvimento da vegetação. O restante do plantio deverá ser executado entre novembro e dezembro”, explica Fábio Zincone, da Assessoria de Meio Ambiente.

As atividades executadas incluem ainda: demarcação da área do plantio, preparo do solo, espaçamento e alinhamento, combate a formigas, controle de espécies vegetais invasoras, coveamento, adubação e, quando necessário, replantio.

 

Por | Assessoria de Comunicação – DME Poços de Caldas

Continuar Lendo

Em Alta

...