Conecte-se conosco

Notícias

Gestantes e mães encarceradas enfrentam dificuldades em acessar direitos e recebem punições mais severas por seus crimes

Estudo mostra que política de desencarceramento é impactada por falta de informações e questões de gênero

Publicado

em

Curitiba, PR 26/2/2021 –

Estudo mostra que política de desencarceramento é impactada por falta de informações e questões de gênero

As questões de gênero afetam as mulheres nas mais variadas situações, inclusive, no acesso a direitos e decisões e acordos como no cumprimento da política de desencarceramento, o Habeas Corpus Coletivo 143.641/SP, que propunha prisão domiciliar às gestantes e mães com filhos de até 12 anos de idade ou deficientes. O desconhecimento de dados sobre a população feminina carcerária e a dupla condenação recebida por mulheres que cometem crimes – pelo que praticaram e em função do gênero -, foram identificadas na análise de 177 processos referentes a 190 mães encarceradas na Penitenciária Feminina de Piraquara.

O resultado desse trabalho integra uma pesquisa desenvolvida junto ao Centro de Pesquisa Jurídica e Social (CPJUS) da Universidade Positivo (UP), com 11 pesquisadores, coordenados pelas professoras Maria Tereza Uille e Olívia Pessoa. Da análise das informações obtidas, constatou-se que o Habeas Corpus Coletivo 143.641/SP foi insuficiente para promover o desencarceramento de mães e gestantes e que muitos dados relacionados à gestação e maternidade não são informados ao longo dos autos processuais, dificultando a visibilidade e o cumprimento dos direitos destas mulheres. Prova disso é que em 31% dos processos não há informações nem sobre essas mulheres terem ou não filhos. “Se não tem essa informação, como o Estado se responsabiliza por essa criança que teve a mãe aprisionada?”, questiona a professora Olívia Pessoa, coordenadora do CPJUS/UP.

Nos autos de prisões estudados que continham essa informação, dentre a totalidade de presas, a média de cada mãe, à época da prisão, era de dois filhos, sendo que 19% tinham apenas um filho, 21% tinham dois filhos, 17% possuíam três e 6% tinham a prole constituída por cinco ou mais. Sobre a faixa etária, 34% possuem filhos de até 6 anos, 28% com filhos de até 12 anos incompletos, 15% com até um ano incompleto, 7% foram presas ainda gestantes e 16% com filhos entre 13 e 18 anos. Ainda, em 60% dos processos, não há informações sobre quem eram os principais responsáveis pelos filhos, antes ou após o aprisionamento. “É como se o Estado não olhasse para essa criança, eximindo-se de prover os cuidados mínimos, como designar um responsável para olhar por esse menor, uma vez que essas informações não estão no processo”, avalia.

Embora a maternidade seja circunstância que autoriza a prisão domiciliar desde o ano de 2016, a pesquisa constatou que, em quase metade dos processos, não há pedido de liberdade provisória ou prisão domiciliar e, entre eles, apenas 66% mobilizaram o argumento da maternidade. Em 52% dos casos, a liberdade provisória foi concedida, sendo que entre eles, em mais de dois terços o juiz sequer mencionou a presença de filhos ou da gestação e apenas 12% dos pedidos de prisão domiciliar foram deferidos. A conclusão é que, apesar dos esforços legislativos e da decisão proferida no Habeas Corpus Coletivo, a ausência de informações e a baixa mobilização da maternidade e da gestação no curso do processo judicial têm atuado como obstáculos ao exercício de direitos às mães presas.

Penalizadas pelo gênero

Dos dados existentes foi possível traçar que o perfil socioeconômico destas mulheres, em sua maioria, é de jovens, com ensino fundamental incompleto. Quase metade delas são brancas e, entre aquelas para as quais havia essa informação, tinham, em média, dois filhos e renda de até dois salários mínimos.

Sobre as circunstâncias do crime e da apreensão, quase metade das mulheres foram presas em razão de crimes relacionados ao tráfico, com quantidade de droga muito baixa. Contudo, as penas aplicadas são, em sua maioria, superiores a 4 anos, e o regime inicial fechado. A pesquisa revelou, ainda, que em quase 80% dos casos a prisão se deu em flagrante e sem a realização de diligências posteriores em 45% dos casos, o que pode sugerir que são mulheres que atuam como pequenas traficantes. Apesar disso, em apenas 25% dos casos houve a tipificação pelo tráfico privilegiado. Outro indicador de disfuncionalidade do sistema é a ausência da realização da audiência de custódia em quase metade dos casos (47%). A audiência é um ato do Direito Processual Penal em que o acusado por um crime, preso em flagrante, tem direito a ser ouvido por um juiz, de forma a que este avalie eventuais ilegalidades em sua prisão.

Olívia explica que as implicações dessa carência de informações são várias. “O Estado não saber quem é aquela mulher que está encarcerada é tornar aquela pessoa apenas um número e não utilizar a fonte tão importante que é um processo para identificar quem são aquelas pessoas e, a partir desse dado, poder trabalhar em ações de políticas públicas para que tenham um impacto na vida daquela mulher encarcerada. Saber qual é a ocupação dessa mulher para dar uma alternativa financeira que não seja o crime”, defende. A pesquisa mostra que, para 80% das mulheres, não há dados sobre a ocupação – e não constam informações sobre a renda de 85% delas. “É olhar para a pessoa em um aspecto normativo de aplicação da lei, sem entender o contexto socioeconômico em que ela está inserida. Sem essas informações, o Estado não consegue desenhar ações efetivas”, avalia.

Universidade Positivo

A Universidade Positivo é referência em ensino superior entre as IES do estado do Paraná e uma marca de reconhecimento nacional. Com salas de aula modernas, laboratórios com tecnologia de ponta, mais de 400 mil m² de área verde no campus sede, a Universidade Positivo é reconhecida pela experiência educacional de mais de três décadas. A instituição conta com três unidades em Curitiba (PR), uma em Londrina (PR), uma em Ponta Grossa (PR) e mais de 70 polos de EAD no Brasil. Atualmente, oferece mais de 60 cursos de Graduação, centenas de programas de especialização e MBA, sete programas de mestrado e doutorado, além de cursos de educação continuada, programas de extensão e parcerias internacionais para intercâmbios, cursos e visitas. Além disso, tem sete clínicas de atendimento gratuito à comunidade, que totalizam mais de 3.500m². Em 2019, a Universidade Positivo foi classificada entre as 100 instituições mais bem colocadas no ranking mundial de sustentabilidade da UI GreenMetric. Desde março de 2020 integra o Grupo Cruzeiro do Sul Educacional. Mais informações em universidade.up.

Website: https://www.up.edu.br/

Continuar Lendo
Anúncio
Clieque para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Slovak Telekom escolhe a solução Converged Packet Core da Mavenir em parceria para suprimentos de núcleo

Publicado

em

por

BARCELONA, Espanha 22/2/2024 –

A Mavenir, fornecedora de infraestrutura de rede nativa na nuvem que está construindo o futuro das redes, anunciou hoje que a Slovak Telekom escolheu a solução Converged Packet Core totalmente conteinerizada a ser implementada na sua rede, fazendo agora da Mavenir sua parceira completa de tecnologia de núcleo de rede.

A Mavenir já está fornecendo serviços de voz e mensagens para a operadora eslovaca e agora proverá serviços de dados na área de núcleo de pacote para “todas as Gs”, realizando a implementação na plataforma de contêiner como serviço (CaaS, Container-as-a-Service) privada na nuvem da Slovak Telekom. Com o novo acordo, a Mavenir integrará recursos de próxima geração para 5G autônoma (SA, standalone) nativa na nuvem.

Esse maior fornecimento para a subsidiária da Deutsche Telekom na Eslováquia é uma adiçãoàimplementação da solução Converged Packet Core anunciada anteriormente para subsidiárias na República Tcheca (T-Mobile Czech Republic) e na Hungria (Magyar Telekom). Essa substituição simultânea em vários países das tecnologias existentes dos fornecedores amplia a presença dos fornecedores de tecnologia de ponta a ponta da Mavenir na Europa e fortalece uma parceria bem sucedida de longo prazo com a Deutsche Telekom na Alemanha.

A solução Converged Packet Core da Mavenir acelera a mudança para 5G e a introdução de novas aplicações e serviços empresariais que aproveitam os recursos essenciais da 5G, incluindo baixa latência e fatiamento de rede. A arquitetura nativa na nuvem, na qual aplicações e serviços são construídos com propósito para o modelo na nuvem, oferece fatiamento fácil, desacoplamento de hardware, agilidade, portabilidade e resiliência em nuvens públicas, privadas e híbridas.

Ao comentar sobre a nova implementação, o diretor de inovação tecnológica e CEO interino da Slovak Telekom, Vladan Peković, afirmou: “A Mavenir é parceira tecnológica comprovada e confiável da Slovak Telekom, e sua competência técnica, seus recursos nativos na nuvem e sua abordagem interoperável são a plataforma de lançamento ideal para a nossa jornada de inovação contínua. Estamos entusiasmados em avançar com a solução Converged Packet Core da Mavenir como o pilar do nosso futuro mapa de serviços”.

Ashok Khuntia, presidente de Redes de Núcleo da Mavenir, acrescentou: “Estamos contentes de ampliar nossa cooperação com a Slovak Telekom, em um acordo que é construído com base nos pilares sólidos da nossa parceria de longo prazo. Ao integrar a solução Converged Packet Core da Mavenir em sua rede existente, a Slovak Telekom está criando uma base ágil, escalonável e robusta para o fornecimento de serviços transformadores e diferenciados para seus clientes empresariais”.

Em uma abordagem única, a tecnologia da Mavenir une o núcleo macro com o núcleo empresarial, abrangendo cenários que vão desde implementação central com localizações remotas adicionais até soluções de núcleo 5G implementadas no local. Ao integrar tecnologia de rede empresarial que pode receber upgrade em campo nas instalações empresariais com distribuição de dados locais, a UPF (função do plano do usuário) remota da Mavenir acelera o tempo até o início das operações para soluções em campus, sendo que os dados do usuário são transmitidos diretamenteàUPF e disponibilizados aos servidores de aplicativos para latência reduzida e maior segurança dos dados sigilosos.

Notas aos editores:

Sobre a Mavenir

A Mavenir está moldando hoje o futuro das redes com soluções nativas da nuvem e habilitadas para IA que são ecológicas por design, capacitando as operadoras a aproveitar os benefícios do 5G e obter redes inteligentes, automatizadas e programáveis. Como pioneira em Open RAN e comprovadamente disruptiva no setor, as soluções premiadas da Mavenir fornecem automação e monetização em redes móveis a nível global, acelerando a transformação de redes de software para mais de 300 provedores de serviços de comunicação em mais de 120 países, que atendem mais de 50% dos assinantes do mundo. Para mais informações, acesse www.mavenir.com

Visite a Mavenir no Mobile World Congress 2024 (Barcelona, 26 a 29 de fevereiro de 2024)

Para explorar nossas mais recentes inovações, conferir os anúncios do MWC e saber mais sobre como a Mavenir está moldando o futuro das redes, visite nosso estande 2H60 no Hall 2.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contato:

Contato de RP da Mavenir:

Emmanuela Spiteri

pr@mavenir.com

Fonte: BUSINESS WIRE

Continuar Lendo

Notícias

Mavenir e Turkcell aceleram o tempo de lançamento no mercado para a inovação com os novos serviços de automação de rede

Publicado

em

por

BARCELONA, Espanha 22/2/2024 –

A Mavenir, o provedor de infraestrutura de rede nativa da nuvem que constrói o futuro das redes, e a Turkcell, provedor líder de serviços convergentes de telecomunicações e tecnologia da Turquia (Türkiye), anunciaram uma nova fase em sua longa parceria com a implantação da automação de integração contínua e entrega contínua (CI/CD) líder de mercado da Mavenir para aprimorar os serviços de Voice over LTE (Voz em redes LTE) da Turkcell para os seus 20 milhões de assinantes de VoLTE.

A Mavenir oferece uma estrutura CI/CD baseada em componentes de código aberto líderes da indústria que se integra perfeitamente com o processo de entrega de software definido pelo cliente com o uso de APIs abertas da Mavenir. A estrutura de automação CI/CD da Mavenir tem suporte para a implantação inicial do dia 1 e gerenciamento do ciclo de vida do dia 2 das funções de rede IMS da Turkcell em escala em vários clusters e múltiplos tipos de função de rede (NF). Seu modelo de fornecimento de software baseado em GIT possibilita o controle total da versão com histórico e rastreabilidade automática das implantações, atualizações e rollbacks atuais e passados com segurança e validação aprimoradas por meio de pipeline de CD.

Esta automação reduz o tempo, o custo e o recurso necessário para implementar o novo software e lançar novos recursos na rede, restringindo significativamente o tempo exigido para levar novos serviços inovadores aos clientes e aumentando a vantagem competitiva da Turkcell.

A introdução da estrutura CI/CD da Mavenir na rede da Turkcell impulsiona o processo de entrega de software quantoàatualização rápida e regular dos serviços da Turkcell, incluindo VoLTE, chamadas Wi-Fi e SMS sobre IP (ToIP). O CI/CD aproveita a automação do ciclo de vida do software, apresentando melhorias na rede, sem impactar o desempenho ou prejudicar os níveis de serviço.

Os clientes da Turkcell se beneficiam da qualidade, confiabilidade e eficiência da rede mais seguras, com identificação automatizada dos potenciais problemas de rede, tornando mais rápido e fácil a resposta da Turkcell sem impactar a experiência dos assinantes.

O Prof. Dr. Vehbi Çağrı Güngör, diretor de tecnologia de rede da Turkcell, disse: “As operações de rede tendem a se tornarem mais complexas com o aumento das frequências de liberação e integrações de rede. Aplicar estas mudanças de acordo com as melhores práticas de CI/CD é essencial para operações de rede mais sustentáveis. Nossa parceria com a Mavenir catalisou a gestão do ciclo de vida das funções de rede IMS e criou um importante marco em nossa jornada de automação da rede”.

Brandon Larson, vice-presidente sênior, Nuvem, IA e IMS na Mavenir, disse: “O Turkcell Group e a Mavenir trabalharam juntas por mais de uma década e, por isso, as redes Turkcell reúnem um número significativo de soluções da Mavenir. Estamos muito felizes de fortalecer ainda mais nossa parceria com esta nova automação, o que agilizará ainda mais as operações de rede for Turkcell, além de proporcionar economias notáveis em despesas operacionais e reforçar a qualidade da rede para seus clientes”.

Sobre a Turkcell

A Turkcell (NYSE:TKC; BIST: TCELL) é uma operadora digital com sede na Turquia, que atende a seus clientes com o seu portfólio exclusivo de serviços digitais junto com serviços de voz, mensagens, dados e IPTV em suas redes de telefonia móvel e fixa. As empresas do Turkcell Group operam em 4 países – Turquia, Ucrânia, Bielorrússia e Norte de Chipre. A Turkcell lançou os serviços LTE em seu país de origem em 1º de abril de 2016, empregando tecnologias LTE-Advanced e de agregação de 3 operadoras em 81 cidades. A Turkcell oferece velocidade de internet de fibra de até 10 Gbps com seus serviços FTTH. O Turkcell Group comunicou receita de TRY 26,0 bilhões no terceiro trimestre de 2023 com ativos totais de TRY 149,2 bilhões em 30 de setembro de 2023. Está listada na NYSE e no BIST desde julho de 2000, e é a única empresa listada duplamente na Turquia. Leia mais em www.turkcell.com.tr.

Sobre a Mavenir

A Mavenir está construindo hoje o futuro das redes com soluções nativas da nuvem baseadas em IA que são ecológicas desde a concepção, capacitando as operadoras a aproveitar os benefícios do 5G e alcançar redes inteligentes, automatizadas e programáveis. Como pioneira da Open RAN e comprovadamente disruptiva do setor, as soluções premiadas da Mavenir proporcionam automação e monetização em redes móveis do mundo inteiro, acelerando a transformação das redes de software para mais de 300 provedores de serviços de comunicação em mais de 120 países, que atendem mais de 50% dos assinantes do mundo todo. Para mais informações, acesse www.mavenir.com.

Conheça a Mavenir no Mobile World Congress 2024 (Barcelona, 26 a 29 de fevereiro de 2024)

Para explorar nossas mais recentes inovações, os anúncios no evento MWC e saber mais sobre como a Mavenir está concretizando o futuro das redes hoje, visite a nossa equipe no Hall 2 (estande 2H60).

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contato:

Contato de relações públicas da Mavenir:

Emmanuela Spiteri

pr@mavenir.com

Fonte: BUSINESS WIRE

Continuar Lendo

Notícias

Startup Tuvis foi selecionada para participar do Scale-Up

Líderes de grandes empresas mundiais registram o maior crescimento em todo o mundo através do Scale-Up Endeavor

Publicado

em

por

Campinas, SP 21/2/2024 – Líderes de grandes empresas mundiais registram o maior crescimento em todo o mundo através do Scale-Up Endeavor.

Líderes de grandes empresas mundiais registram o maior crescimento em todo o mundo através do Scale-Up Endeavor

 

A Tuvis, startup israelense e brasileira especializada em permitir que grandes empresas utilizem o WhatsApp de forma segura e em compliance através da integração do seu software com grandes plataformas do mercado, foi escolhida entre as  3 mil  empresas avaliadas para participar do Scale-Up Endeavor 2024. 

Desde o ano 2000, a Endeavor, uma rede global composta por empreendedores líderes de empresas de rápido crescimento em todo o mundo, tem desempenhado um papel ativo no cenário empreendedor brasileiro. Concentrando-se na aceleração de scale-ups, ou seja, empresas com grande potencial de crescimento, a organização impulsiona transformações significativas no ecossistema empreendedor e inovador do país. Ao longo de mais de duas décadas de atuação, a Endeavor contribuiu para o desenvolvimento de 12 empresas que alcançaram avaliações superiores a US$ 1 bilhão, incluindo nomes como MadeiraMadeira, Méliuz, Unico e VTEX.

Em 2021, o programa Scale-Up Endeavor passou por mudanças significativas, consolidando o processo de seleção que anteriormente ocorria de forma regional. Essa reestruturação promove a troca de experiências entre empreendedores de diversas partes do país que compartilham o mesmo setor ou modelo de negócios. Este novo formato também proporciona às empresas acesso a toda a rede de colaboradores, não se limitando apenas aos patrocinadores de eventos regionais. “Acelerar as empresas significa acelerar o país: são elas que geram oportunidades, inserem o Brasil no mapa global de inovação e tecnologia, mostram novos caminhos para lidar com problemas cada vez mais complexos, sistêmicos e globais e criam um ambiente mais diverso e inclusivo”, afirma Camilla Junqueira, Diretora Geral da Endeavor. 

O crescimento das scale-ups é impulsionado pela troca de experiências e conexões com a rede global da Endeavor, proporcionando acesso a mercados, capital e talento. O impacto se amplia à medida que os empreendedores geram empregos, promovem a inovação, mentoram, inspiram e investem na próxima geração de scale-ups.

Para a Tuvis, essa é uma conquista e um passo enorme para a empresa israelense. “Esse novo passo nos leva a fortalecer nosso compromisso de crescer e levar com a gente todo o Brasil! Estou muito feliz com essa conquista e agradeço em nome da Tuvis pela oportunidade Endeavor Brasil!”, finaliza a presidente e cofundadora da Tuvis, Deborah Palacios Wanzo.

 

Website: https://tuvis.com/pt-br/

Continuar Lendo

Em Alta

...