Conecte-se conosco

Notícias

Sensores da Velodyne Lidar equipam o sistema de monitoramento de linhas elétricas V3 da LineVision

A Velodyne fornecerá à LineVision sensores para aprimorar a operação de serviços elétricos e ajudar a evitar incêndios florestais destrutivos

Publicado

em

SAN JOSÉ, Califórnia 29/10/2020 –

A Velodyne fornecerá à LineVision sensores para aprimorar a operação de serviços elétricos e ajudar a evitar incêndios florestais destrutivos

A Velodyne Lidar, Inc. (Nasdaq: VLDR) anunciou hoje um contrato de venda com a LineVision, Inc., fornecedora de soluções de monitoramento, otimização e proteção da rede elétrica mais importante do mundo. A LineVision utiliza sensores lidar da Velodyne em seu sistema de monitoramento de linhas elétricas V3 para ajudar concessionárias de serviços públicos a operarem sua rede com mais segurança e eficiência.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20201029006357/pt/

Powered by Velodyne’s Puck™ sensor, the LineVision V3 system assists utilities by identifying operational anomalies in power lines, helping to mitigate events that could cause wildfires or damage before they happen. (Photo: LineVision, Inc.)

Powered by Velodyne’s Puck™ sensor, the LineVision V3 system assists utilities by identifying operational anomalies in power lines, helping to mitigate events that could cause wildfires or damage before they happen. (Photo: LineVision, Inc.)

Equipada com o sensor Puck™ da Velodyne, a tecnologia da LineVision oferece a clientes concessionárias de serviços públicos visibilidade antes indisponível sobre a vitalidade de ativos para possibilitar uma gestão otimizada. Essa consciência situacional auxilia as concessionárias ao identificar anomalias operacionais, ajudando a mitigar eventos que poderiam causar incêndios florestais ou outros danos antes que aconteçam. As linhas equipadas com o monitoramento da LineVision são mais seguras, confiáveis e podem transmitir até 40% mais energia que linhas não monitoradas.

O sistema V3 da LineVision emprega sensores da Velodyne juntamente com análises avançadas para monitorar continuamente as condições de linhas elétricas e possibilitar uma operação mais segura e confiável. O sistema é capaz de detectar problemas como linhas arqueadas, danificadas por uma tempestade ou que apresentem riscos por movimentação extrema ou “galope”.

“Os trágicos incêndios florestais que estão ocorrendo neste momento no oeste dos Estados Unidos mostram que é fundamental monitorar linhas de transmissão elétrica para reduzir riscos de incêndio”, declarou Anand Gopalan, CEO da Velodyne Lidar. “A tecnologia da LineVision pode ajudar concessionárias de serviços públicos a evitarem incêndios como esses que tiveram um efeito devastador sobre nossas florestas e vizinhanças. Temos um enorme orgulho de realizar esta parceria com a LineVision em sua importante missão de tornar a rede elétrica mais segura e eficiente.”

O sistema V3 também oferece recursos de classificação dinâmica de linha (Dynamic Line Rating, DLR) para que as concessionárias possam identificar capacidade não utilizada em linhas de transmissão, facilitando assim a integração de recursos de energia renovável na rede. A LineVision tem como clientes as maiores concessionárias de serviços públicos do mundo, e a empresa anunciou recentemente um projeto com a Tennessee Valley Authority (TVA), entre outras.

“A Velodyne é uma importante parceira que nos ajuda a oferecer a única solução de monitoramento de linhas elétricas sem contrato de todo o setor elétrico”, afirmou Jonathan Marmillo, cofundador e vice-presidente de gestão de produtos da LineVision. “O sensor Puck proporciona a nosso sistema V3 o que acredito que seja a melhor resolução de imagem e precisão de dados em tempo real disponíveis, elementos essenciais para ajudarmos nossos clientes concessionárias a maximizarem a segurança e a eficiência de suas linhas elétricas.”

Os sensores Puck da Velodyne oferecem ricos dados de percepção computacional que torna rápida e fácil para as empresas a tarefa de desenvolver modelos 3D altamente precisos de qualquer ambiente. Os sensores fornecem imagens de visão circundante com alta resolução para medir e analisar com precisão o ambiente. Trata-se de sensores lidar pequenos, compactos e adequados para rígidas aplicações industriais. A confiabilidade, a eficiência energética e a versatilidade do Puck fazem dele uma solução ideal para as aplicações de infraestrutura mais exigentes.

Sobre a LineVision

A LineVision possibilita que concessionárias elétricas aumentam a capacidade, a confiabilidade e a segurança de linhas de transmissão com o uso de sensores e análises avançados. A solução da LineVision oferece a clientes concessionárias de serviços públicos visibilidade antes indisponível sobre vitalidade e segurança de ativos. Sem contrato e prontos para uso, os sistemas da LineVision podem ser implementados rapidamente, sem necessidade de paralisações por trabalho nas linhas nem equipamentos especializados. A LineVision se dedica a ajudar concessionárias de serviços públicos a otimizarem o desempenho da rede elétrica.

Sobre a Velodyne Lidar

A Velodyne Lidar (NASDAQ: VLDR) marcou o início de uma nova era de tecnologia autônoma com a invenção de sensores lidar com visão circundante em tempo real. A Velodyne é a primeira empresa de capital aberto dedicada exclusivamenteàtecnologia lidar e é mundialmente conhecida por seu amplo portfólio de avançadas tecnologias lidar. As revolucionárias soluções de sensores e softwares da Velodyne proporcionam flexibilidade, qualidade e desempenho para suprir as necessidades dos mais diversos setores, entre eles, veículos autônomos, sistemas avançados de assistência ao condutor (advanced driver assistance systems, ADAS), robótica, veículos aéreos não tripulados (VANT), cidades inteligentes e segurança. Por meio de inovação contínua, a Velodyne se dedica a transformar vidas e comunidades promovendo uma mobilidade mais segura para todos. Para mais informações, acesse www.velodynelidar.com.

Declarações prospectivas

Este comunicado de imprensa contém “declarações prospectivas”, segundo a definição atribuída pelas disposições de “porto seguro” da Lei de Reforma de Litígios de Títulos Privados (Private Securities Litigation Reform Act) dos Estados Unidos de 1995. Tais declarações abrangem, entre outras, todas aquelas que não se refiram a fatos históricos e incluem, a título de exemplo, declarações a respeito dos mercados-alvo, novos produtos, esforços de desenvolvimento e concorrência da Velodyne. Quando empregados neste comunicado de imprensa, os termos “estimar”, “projetar”, “esperar”, “antecipar”, “prever”, “planejar”, “pretender”, “acreditar”, “buscar”, “propor”, “pode”, “vai”, “deve”, “futuro” e variações desses termos ou expressões similares (ou as versões negativas dos mesmos termos e expressões) buscam identificar declarações prospectivas. Essas declarações prospectivas não representam garantias de desempenho, condições ou resultados futuros, e envolvem diversos riscos conhecidos e não conhecidos, pressuposições e outros importantes fatores, muitos deles fora do âmbito de controle da Velodyne e que podem fazer com que os resultados efetivos difiram substancialmente dos abordados pelas declarações prospectivas. São importantes fatores que podem afetar os resultados efetivos, entre outros, a capacidade da Velodyne de gerenciar o crescimento; a capacidade da Velodyne de executar seu plano de negócios; incertezas relacionadas com a capacidade dos clientes da Velodyne de comercializar seus produtos e a aceitação final desses produtos pelo mercado; o impacto incerto da pandemia de Covid-19 sobre os negócios da Velodyne e de seus clientes; incertezas relacionadas com as estimativas de tamanho dos mercados da Velodyne para seus produtos; a taxa e o grau de aceitação dos produtos da Velodyne pelo mercado; o sucesso de produtos e serviços concorrentes relacionados a tecnologia lidar e outros sensores que já existam ou venham a existir; a capacidade da Velodyne de identificar e integrar aquisições; incertezas relacionadas com litígio atual da Velodyne e potencial litígio que envolva a Velodyne, ou a validade ou a aplicabilidade da propriedade intelectual da Velodyne; e condições econômicas e de mercado gerais que afetem a demanda por produtos e serviços da Velodyne. A Velodyne não assume nenhuma obrigação de atualizar ou revisar quaisquer declarações prospectivas em função de novas informações, eventos futuros ou por qualquer outro motivo, exceto no limite exigido por lei.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contato:

Relacionamento com investidores

Andrew Hamer

Diretor Financeiro (CFO)

InvestorRelations@velodyne.com

Contato com a imprensa

Landis Communications Inc.

Sean Dowdall

(415) 286-7121

velodyne@landispr.com

Fonte: BUSINESS WIRE

Continuar Lendo
Anúncio
Clieque para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Debate aborda formas de combater o trabalho escravo

O encontro é iniciativa do Grupo de Trabalho (GT) do Coexistir, que reúne mais de 100 participantes de 40 empresas de vários segmentos, além do varejo de alimentos, e faz parte do Acordo de Cooperação Técnica com a Superintendência Regional do Trabalho.

Publicado

em

por

Sao Paulo, SP 12/4/2024 –

O encontro é iniciativa do Grupo de Trabalho (GT) do Coexistir, que reúne mais de 100 participantes de 40 empresas de vários segmentos, além do varejo de alimentos, e faz parte do Acordo de Cooperação Técnica com a Superintendência Regional do Trabalho.

O Sincovaga-SP (Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios do Estado de São Paulo), que representa mais de 35 mil empresas do segmento, realizará no dia 17/04, quarta-feira, das 9h às 11h30, um encontro para debater o tema “Não ao trabalho escravo – Construindo pontes para o trabalho digno”, no auditório da sede da entidade (R. 24 de Maio, nº 35, 16º andar, Centro, São Paulo/SP.).

O encontro é iniciativa do Grupo de Trabalho (GT) do Coexistir, que reúne mais de 100 participantes de 40 empresas de vários segmentos, além do varejo de alimentos, e faz parte do Acordo de Cooperação Técnica com a Superintendência Regional do Trabalho de São Paulo.

Os especialistas convidados são

– Evandro Afonso de Mesquita – Auditor Fiscal do Trabalho;

– Paulo Roberto Warlet da Silva – Auditor Fiscal do Trabalho;

– Luís Gustavo Ponciano Pereira – Chefe da Seção de Operações na Superintendência Regional da Polícia Rodoviária Federal em São Paulo.

Serviço

Debate: “Não ao trabalho escravo – Construindo pontes para o trabalho digno”

Data: 17/04, quarta-feira, das 9h às 11h30

Local: Sincovaga-SP (Rua 24 de Maio, nº 35, Sala 1.616, República, São Paulo/SP.)

Inscrições gratuitas: Até o dia 15/04, clicando aqui.

_______________________________________________________________

Website: https://www.sincovaga.com.br

Continuar Lendo

Notícias

Brasileiro mira no mercado de cibersegurança nos EUA

A empresa Barroso Security Dynamics será conduzida pelo especialista Fábio Costa Barroso e se concentrará em fornecer soluções avançadas para proteger empresas, indivíduos e entidades governamentais

Publicado

em

por

Vespasiano, MG 12/4/2024 – Na era digital, proteger informações sensíveis é primordial para preservar a integridade de espaços privados e comerciais

A empresa Barroso Security Dynamics será conduzida pelo especialista Fábio Costa Barroso e se concentrará em fornecer soluções avançadas para proteger empresas, indivíduos e entidades governamentais

A segurança cibernética é um assunto que vem sendo tema de discussões em nível mundial. Conforme dados de um relatório da Trend Micro, empresa de segurança de dados, os Estados Unidos foram o país que mais sofreram com ataques cibernéticos em 2023. Para se ter uma ideia, o tipo mais comum de crime cibernético relatado ao Centro de Reclamações de Crimes na Internet do país foi o phishing e spoofing, afetando aproximadamente 298 mil pessoas. Além disso, mais de 55 mil casos de violações de dados pessoais foram relatados ao IC3 durante o ano passado.

Com o advento da internet, pessoas físicas, empresas e sistemas governamentais estão sujeitos a esse tipo de crime. Dentre as complicações que um ataque cibernético pode causar estão comprometer a privacidade de dados e documentos, deixar sistemas fora do ar e restringir controle de dispositivos, como câmeras de segurança de residências, por exemplo.

Para o advogado e policial militar Fábio Costa Barroso, a digitalização é uma das grandes responsáveis pelo aumento de ameaças digitais e a prevalência de roubos, tanto físicos quanto cibernéticos, exige atenção imediata. “Na era digital, proteger informações sensíveis é primordial para preservar a integridade de espaços privados e comerciais”, explica ele, que atua na área há mais de 15 anos.

Pensando nisso, Barroso decidiu investir no mercado norte-americano de cibersegurança e comandará a Barroso Security Dynamics. A empresa, que ficará localizada em Orlando, na Flórida, se concentrará em fornecer soluções tanto para segurança cibernética quanto física para empresas, indivíduos e entidades governamentais. “Reconheço a necessidade crítica de medidas de segurança avançadas, por isso trabalharei com uma abordagem integrada para antecipar futuras necessidades de segurança, estabelecendo assim um novo padrão em serviços de segurança privada”, determina o profissional.

De acordo com Barroso, as operações de segurança da organização estão alinhadas com iniciativas nacionais de cibersegurança, como a Ordem Executiva 14028, que se concentra na redução do crime e na prosperidade econômica dos Estados Unidos, visando áreas carentes do país. “Por meio dessas iniciativas, pretendo atender às demandas de segurança atuais e me posicionar como um jogador-chave na formação de uma sociedade mais segura nos Estados Unidos”, finaliza.

Sobre o profissional:

Fábio Costa Barroso é bacharel em Direito pela Universidade Novos Horizontes, em Minas Gerais, e possui pós-graduação em Direito aplicado à Segurança Pública. Ao longo de sua carreira, dedicou mais de 15 anos à Polícia Militar de Minas Gerais. 

Website: https://premiumgmp.com/

Continuar Lendo

Notícias

Busca pela aparência movimenta mercado da estética

Uma pesquisa da ISAPS apontou que procedimentos cirúrgicos e não cirúrgicos tiveram aumento de 19,3%

Publicado

em

por

Belo Horizonte 12/4/2024 – a busca por tratamentos modernos e não-evasivos reflete a mudança de paradigma por resultados estéticos e métodos minimamente invasivos

Uma pesquisa da ISAPS apontou que procedimentos cirúrgicos e não cirúrgicos tiveram aumento de 19,3%

Uma pesquisa feita pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética – International Society of Aesthetic Plastic Surgery (ISAPS), divulgou resultados sobre procedimentos estéticos/cosméticos, apontando um aumento geral de 19,3 % nos procedimentos feitos por cirurgiões plásticos em 2021, com mais de 12,8 milhões de métodos cirúrgicos e 17,5 milhões não cirúrgicos realizados no planeta. Ainda de acordo com a pesquisa, os cinco procedimentos mais comuns no mundo continuam sendo a lipoaspiração, o aumento dos seios, a cirurgia de pálpebras, a rinoplastia e a abdominoplastia. Já os não cirúrgicos são a toxina botulínica, o ácido hialurônico, a depilação, o lifting facial e a redução de gordura.

No Brasil, segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), só em 2023 mais de 2 milhões de procedimentos foram realizados pela população brasileira, sendo que a lipoaspiração seguida das próteses mamárias foram os procedimentos mais procurados pelos pacientes.

No panorama da estética, de acordo com Simone Barros, fisioterapeuta dermatofuncional, fundadora da Clínica Simone Barros, em Belo Horizonte, “a busca por tratamentos modernos e não-evasivos reflete a mudança de paradigma por resultados estéticos e métodos minimamente invasivos”. E complementa dizendo que “essa direção reflete não apenas uma mudança nas expectativas do paciente, mas também uma valorização da individualidade”. 

Simone diz que, “na Clínica Simone Barros, nos últimos dois anos, os procedimentos mais procurados pelos pacientes incluem criolipólise, endolaser, ultraformer, radiofrequência, lavien, morpheus, depilação e laser”.

Clínica Simone Barros

Fundada em Belo Horizonte (MG), a Clínica Simone Barros presta serviços de estética e tem parcerias com médicos dermatologistas e nutricionistas. A clínica valoriza a saúde e o relacionamento com o paciente, além da estética. Cada caso é avaliado e tratado individualmente e o objetivo é superar as expectativas dos clientes.

Continuar Lendo

Em Alta

...