Conecte-se conosco

Regional

MOBILIDADE ELÉTRICA | Projeto pioneiro na região em mobilidade elétrica tem início em Poços de Caldas

Publicado

em

Mobilidade elétrica tem início em Poços de Caldas

Mobilidade elétrica tem início em Poços de Caldas

Iniciativa conta com a participação da DME, Prefeitura Municipal, PUC Minas e IFSULDEMINAS, com aprovação da ANEEL e envolvimento de mais de 30 pesquisadores.

Poços de Caldas acaba de dar um passo importante rumo a um novo jeito de viver, mais sustentável e inteligente. Uma parceria entre a DME, Prefeitura Municipal, a PUC Minas e o IFSULDEMINAS, deu início ao projeto “Poços + Inteligente”, com foco na mobilidade elétrica e que vai trazer para a cidade, entre outras novidades, eletropostos, bicicletários elétricos e pesquisas em sistemas de mobilidade menos poluentes. A iniciativa faz parte de uma seleção de 30 projetos de todo o país aprovados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

Mesmo com a pandemia, neste primeiro ano do projeto, a equipe de pesquisadores das instituições envolvidas conseguiu realizar diversas ações, como a aquisição de um carro elétrico e de três carregadores de veículos elétricos (um de carga rápida, um semirrápido e outro de carga lenta). O eletroposto de carga lenta já se encontra instalado no laboratório da DME. Os outros dois eletropostos estão em fase de implantação: o de carga rápida funcionará junto à estação da FEPASA, na área central de Poços de Caldas; e o de carga semirrápida será instalado na zona oeste, no laboratório compartilhado da PUC Minas. O projeto arquitetônico e paisagístico do eletroposto da FEPASA já foi aprovado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Cultural e Turístico de Poços de Caldas (CONDEPHACT-PC).

Além dos estudos relacionados ao carro elétrico e aos eletropostos, o projeto “Poços + Inteligente” também desenvolverá pesquisas envolvendo bikes elétricas. Já foram adquiridos três bicicletários eletrônicos, de 20 vagas cada um, e 30 bicicletas elétricas e com rastreadores. Os bicicletários serão instalados no campus do IFSULDEMINAS (na zona sul da cidade), no campus da PUC Minas e na FEPASA.

Mobilidade elétrica tem início em Poços de Caldas

A previsão da equipe é a de que tanto os eletropostos quanto os bicicletários estejam prontos para uso até o final deste primeiro semestre de 2021. A princípio, os eletropostos e bicicletários serão utilizados para as pesquisas do projeto. Mas, a ideia é expandir o uso, de forma gratuita, para a população em geral. Através de um aplicativo de celular, o público poderá solicitar o empréstimo das bikes. Os habitantes e turistas de Poços de Caldas também poderão recarregar seus carros elétricos de forma gratuita, durante a vigência do projeto.

Os recursos investidos são provenientes da DME, tendo em vista a Lei Federal Nº 9.991/2000 e a Resolução Normativa nº 754/2016 da ANEEL, que determinam que as concessionárias de serviços públicos de distribuição e geração de energia elétrica devem aplicar, anualmente, um percentual mínimo de sua Receita Operacional Líquida (ROL) em projetos de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico do Setor de Energia Elétrica (P&D) estabelecidos pela ANEEL.

Pesquisadores envolvidos

Os trabalhos de pesquisa do projeto “Poços + Inteligente” contam com a dedicação de mais de 30 professores pesquisadores, alunos e servidores das instituições e empresas envolvidas. Os docentes e estudantes bolsistas são dos cursos de Administração, Arquitetura, Ciência da Computação, Direito, Engenharia de Computação, Engenharia Elétrica e Publicidade e Propaganda, ofertados na PUC Minas e no IFSULDEMINAS – Campus Poços de Caldas. O grupo é representado pelo professor do IFSULDEMINAS, Dr. Yull Heilordt Henao Roa (coordenador); pelo Gerente de Laboratório e P&D da DME Distribuição, Anderson Muniz (coordenador P&D); e pelo professor da PUC Minas, Dr. Fabiano Costa Teixeira (pesquisador).

Os estudos serão realizados tanto no IFSULDEMINAS quanto na PUC Minas. O projeto terá à disposição, inclusive, um laboratório compartilhado de mobilidade elétrica, localizado na PUC Minas. As pesquisas em mobilidade elétrica terão objetivos diversos, entre eles, o estudo dos impactos na rede da DME; o desenvolvimento e integração do sistema de recarga e compartilhamento de veículo elétrico (VE) e bicicletas; a criação de protótipo de monitoramento de perfil de motorista e autonomia do VE e propostas de alterações regulatórias. Na etapa final do projeto, as instituições de ensino participantes também poderão ofertar cursos de curta duração sobre sistemas de recarga elétrica e sistema regulatório.

 

Por | Assessoria de Comunicação – DME Poços de Caldas

Regional

Com mercado de Engenharia em alta, cursos da PUC Minas ganham destaque

Publicado

em

Inscrições para ingresso ainda neste semestre estão abertas até segunda-feira (8).

O momento de crise gerado pela pandemia tem colocado em evidência as carreiras de Engenharia, fundamentais para manter o país em atividade. Profissionais e estudiosos do setor apontam boas perspectivas para este mercado.

Isso se reflete em pesquisas como a que sustenta o Guia Salarial da Robert Half, empresa global de consultoria em recursos humanos. Cargos ocupados por engenheiros figuram entre os que mais chamam atenção, com amplo volume de vagas sendo abertas. A demanda impacta ainda a oferta e busca por cursos de ensino superior.

A PUC Minas é reconhecida por ter alguns dos melhores cursos de Engenharia do Brasil. 90% deles possuem nota 4 no conceito preliminar de curso do Ministério da Educação (CPC/MEC), índice que certifica altíssima qualidade. Eles estão reunidos no Instituto Politécnico da PUC Minas (Ipuc), que abrange diversos campi e unidades.

“O país não pode ficar parado, sem energia, infraestrutura e produção. Sem Engenharia, o país fica estagnado”, observa o diretor do Ipuc, professor Attenister Tarcísio Rego. Para ele, quando novos profissionais do setor estiverem se formando, em cerca de cinco anos, haverá mais oportunidades de empregos e estágios.

Três cursos de graduação na área são oferecidos pela PUC Minas Poços de Caldas: Engenharia Civil, Engenharia Elétrica e Engenharia de Produção. Ainda é possível ingressar neste primeiro semestre de 2021, pois o Processo Seletivo Simplificado segue com inscrições abertas até segunda-feira, 8 de março no site www.pucpcaldas.br.

Um dos atrativos é que os laboratórios do Ipuc contam com tecnologia de ponta, aos quais os alunos têm acesso em aulas práticas e dinâmicas. No Campus Poços de Caldas, não é diferente. Sua estrutura proporciona ambientes de aprendizado adequados à assimilação dos conteúdos teóricos e aplicação em situações encontradas diariamente no mercado.

Conheça os cursos de Engenharia da PUC Minas Poços de Caldas

Engenharia Civil – O curso contempla as várias áreas de atuação do engenheiro civil, que projeta e constrói edifícios, rodovias, ferrovias, pontes e viadutos, além de atuar em obras de drenagem, irrigação, saneamento urbano e rural.

Engenharia Elétrica – O curso forma um bacharel responsável, entre outras áreas, pela concepção e operação da geração, transmissão e distribuição de energia elétrica. Ele concebe, projeta, constrói e realiza a montagem, operação e manutenção de instalações de energia e industriais, além dos sistemas de medição e de controle, analisando as diversas alternativas tecnológicas e de custo final dos investimentos.

Engenharia de Produção – O curso forma um profissional versátil, que pode atuar em organizações manufatureiras, de construção, nas empresas de serviços, nas instituições e empresas públicas ou no próprio empreendimento. O bacharel em Engenharia de Produção tem formação para atender às necessidades de integração entre diferentes áreas de conhecimento dentro das organizações empresariais.

Serviço
Processo Seletivo Simplificado PUC Minas Poços de Caldas
Inscrições até segunda-feira, 8 de março, no site www.pucpcaldas.br

 

Por | Assessoria de Imprensa – PUC Minas

Continuar Lendo

Regional

A Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas possui agora um Herbário digital aberto para consulta de todo acervo

Publicado

em

No último dia 23 de fevereiro, a Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas (FJBPC), em parceria com o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, integrou o acervo do seu Herbário – Anders Fredrik Regnell (AFR) ao sistema JABOT. O JABOT é um sistema de gerenciamento de coleções científicas, desenvolvido no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, que disponibiliza dados do acervo biológico de forma online e gratuita, possibilitando aos usuários do sistema o acesso a dados e imagens das exsicatas e coleções correlatas. Atualmente, 55 instituições do país já utilizam esse sistema de gerenciamento, como o próprio Jardim Botânico do Rio de Janeiro, o Museu Nacional da UFRJ, IBGE, Embrapa, entre outras.

Inicialmente, o Herbário AFR já disponibilizou os dados de 4417 exsicatas depositadas no acervo, a maioria da região do Planalto de Poços de Caldas e Serra de Caldas, sendo posteriormente disponibilizadas as imagens digitalizadas destes testemunhos. A curadoria estima que muito em breve, além de todo Banco de Dados da coleção Botânica, outras coleções pertencentes a FJBPC como a coleção de fungos, a coleção viva e a carpoteca também estarão disponíveis no sistema.

O intuito é permitir o uso colaborativo desses dados a usuários, pesquisadores e outras instituições de forma remota e acessível. É um passo importante para a Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas e para o Herbário AFR, pois além de gerar melhorias na qualidade e processamento de dados, possibilita analises e pesquisas ambientais. A disponibilização do banco de dados da biodiversidade regional é imprescindível para o conhecimento florístico e pesquisas que visam a preservação de espécies vegetais e conservação do ecossistema.

Para consultar o Herbário AFR digital acesse o link  http://afr.jbrj.gov.br/

Flávia Nogueira Pereira | Curadora do Herbário Anders Fredrik Regnell

 

Por | Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas

Continuar Lendo

Regional

Em Poços: Câmara recebe exposição A Força da Mulher: Superação e Trabalho

Publicado

em

Câmara recebe exposição A Força da Mulher: Superação e Trabalho
Exposição está no saguão de entrada da Câmara, em parceria com o GAAPO

A Câmara de Poços promove, neste ano, diversas ações em comemoração ao Mês da Mulher. Em parceria com o Grupo de Assistência e Apoio ao Paciente Oncológico (GAAPO), a exposição fotográfica “A Força da Mulher: Superação e Trabalho” ficará no saguão de entrada do Legislativo até 31 de março. As visitas podem ser feitas de segunda a sexta, das 12h às 18h.

As imagens são da fotógrafa Nany Abrahão e retratam várias mulheres que se reergueram e reassumiram um posto de trabalho após passarem pelo tratamento oncológico. “Quem me fez o convite foi a Cláudia Rocha, coordenadora do GAAPO, e o intuito da exposição é, em homenagem ao Dia da Mulher, durante todo o mês de março, expor a força feminina dessas mulheres que passaram ou passam pelo tratamento oncológico e como elas se reergueram no mercado de trabalho com suas profissões”, conta Nany.

Câmara recebe exposição A Força da Mulher: Superação e Trabalho

Imagens são da fotógrafa Nany Abrahão

Ainda segundo a fotógrafa, foram feitos registros de 15 mulheres que são ou já foram atendidas pelo GAAPO. “Algumas ainda estão em tratamento, cada uma com sua profissão, e procuramos mostrar como é preciso a sociedade quebrar esse preconceito, visto que é muito difícil algumas reingressarem no mercado, já que existem empresas que não contratam, outras mandam embora, dependendo do câncer precisam de uma atenção, ficam com sequelas. Então, o objetivo da exposição é demonstrar isso, expressar que é possível”, ressalta.

Também como parte das ações no Mês da Mulher, a Escola do Legislativo da Câmara de Poços divulgará em sua página no Facebook, durante todo o mês, vídeos da série: “Você Sabe?!”. Essas postagens abordam o tema Mulheres: Lutas e Conquistas e foram produzidas pela Escola do Legislativo de Pouso Alegre, em parceria com a Câmara de Itapevi.

Palestras

A partir de 8 de março, a Câmara dará início a um ciclo de palestras, todas de forma online, com diversos temas, entre eles violência, saúde e política. O primeiro encontro será na segunda-feira (08), às 19h, sobre Violência contra a Mulher, com a delegada titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Poços, Dra. Ângela Fellet. A palestra será transmitida pelo Facebook e YouTube da Câmara e perguntas podem ser enviadas pelas redes sociais ou pelo WhatsApp (35) 3729-3800.

Os outros encontros estão agendados para os dias 15, 22 e 29 de março. A programação completa está disponível na agenda do Portal da Câmara (www.pocosdecaldas.mg.leg.br).

 

Por | Assessora de Imprensa – Câmara Municipal de Poços de Caldas/MG

Continuar Lendo

Em Alta

...